autônomo vinculado app

Conheça 7 opções para trabalhar como autônomo vinculado a app!

Utilizar plataformas digitais para conectar-se com clientes e oferecer serviços ou produtos: esse é o trabalho de um autônomo vinculado a aplicativos. Essa modalidade permite maior flexibilidade de horários e a possibilidade de gerenciar a própria carga de trabalho, adaptando-se às necessidades individuais de cada profissional.

E nunca foi tão fácil trabalhar assim! Há uma grande oferta de apps que ajudam profissionais autônomos a alcançarem clientes. Assim, você pode aproveitar essa tendência para conseguir uma nova fonte de renda pela internet.

Alguns aplicativos são menos burocráticos do que outros. As funcionalidades que cada um oferece também variam muito. Mas, em relação à remuneração, um autônomo pode conseguir comissões em dinheiro trabalhando vinculado a maioria dos apps.

Se você tem interesse nesse assunto, está no lugar certo! Nosso foco aqui é mostrar como funciona o mercado de autônomos vinculados a aplicativos e trazer algumas dicas. Continue a leitura e veja se é uma boa ideia para você!

Como está o mercado de autônomos vinculados a app?

Os aplicativos de trabalho se tornaram uma alternativa interessante para milhões de profissionais autônomos no Brasil. E não é à tão, porque a maioria desses apps é gratuito e oferece opções de trabalho desburocratizados na palma da mão.

As etapas geralmente são as mesmas: você baixa o app no seu celular, preenche um formulário com dados pessoais, envia alguns documentos e espera a aprovação do seu cadastro. Dentro de poucos dias, obtém a aprovação e já começa a trabalhar.

Na maioria dos casos, não é necessário passar por uma formalização de profissional autônomo antes de se cadastrar.

Já são cerca de 11,4 milhões de brasileiros que fizeram um cadastro como esse que descrevemos e hoje dependem dos apps para obter uma fonte de renda, como diz pesquisa recente do Instituto Locomotiva divulgada do Estadão.

Esse número não inclui apenas serviços de transporte e de delivery. Então, se você tem dúvidas se ser Uber vale a pena, pode consultar outros tipos de app para trabalho autônomo. Alguns contribuem indiretamente para que as marcas captem novos clientes na internet.

É um número alto, principalmente se você considerar que a quantidade de trabalhadores ativos no Brasil chega a ser de 87,8 milhões (dado da Agência Brasil). Então, os autônomos que atuam em apps já representam cerca de 13% de todos os trabalhadores ativos no país.

Os apps para trabalho autônomo estão movimentando o cenário de empreendedorismo no Brasil e ajudando milhões de pessoas a driblar as dificuldades financeiras. A tendência é que esse mercado continue crescendo daqui para frente e mais apps ganhem a preferência dos profissionais autônomos do país.

Quais são as profissões na área?

Há uma infinidade de profissionais autônomos que conseguem empreender por aplicativo. Em muitos casos, você nem precisa ser autônomo e prestar algum serviço, porque existe a possibilidade de usar apps para vender roupas e objetos usados ou até alugar cômodos vazios do seu imóvel, por exemplo.

Abaixo, confira alguns exemplos de profissões que se beneficiam com os apps para autônomos.

  • motoristas;
  • motoqueiros;
  • promotores de vendas;
  • escritores freelancer;
  • passeadores de animais;
  • diaristas;
  • pintores.

Conforme surgem novos apps, a tendência é que novas profissões apareçam e criem oportunidades para trabalhar como autônomo.

7 apps para trabalhar como autônomo

Abaixo, destacamos alguns dos apps mais populares no segmento, cada um atendendo a diferentes perfis de profissionais autônomos.

1. Uber

Ideal para motoristas que desejam oferecer serviços de transporte privado. É uma das plataformas mais conhecidas mundialmente, permitindo flexibilidade de horários.

2. iFood

Voltado para entregadores e restaurantes, esse app conecta quem quer comer à vasta opção de alimentos, proporcionando oportunidade de trabalho para motoqueiros e ciclistas.

3. Airbnb

Uma boa opção para proprietários que desejam alugar seus imóveis ou quartos extras. Proporciona uma forma de monetizar espaços ociosos.

4. 99Freelas

Esse aplicativo é uma comunidade em que freelancers de diversas áreas, como design, redação e desenvolvimento web, podem encontrar projetos para trabalhar.

5. DogHero

Se você gosta de animais, este é o app perfeito. Ele conecta donos de pets a pessoas dispostas a hospedar ou passear com animais.

6. GetNinjas

Aqui, profissionais de diversas categorias, como assistência técnica, educação, consultoria, entre outros, podem se conectar com clientes em potencial.

7. Consultoria Educação

Este aplicativo oferece um espaço para você promover cursos de graduação e receber comissões de até R$300. Saiba mais sobre como ele funciona a seguir!

Como funciona o app da Consultoria Educação?

A Consultoria Educação é um aplicativo de vendas online de cursos de graduação. Ao se cadastrar como consultor no app, a sua tarefa é promover os cursos de graduação das faculdades do grupo Kroton em troca de comissões em dinheiro.

A cada matrícula feita com a sua ajuda, uma porcentagem vai para sua conta bancária cadastrada no app. E o melhor de tudo é que não há limite de quanto você pode ganhar.

Quanto mais alunos matriculados com a sua ajuda, mais comissões você ganha no app. É uma chance de organizar seu calendário da melhor maneira para otimizar o tempo ocioso e construir uma fonte de renda sem sair de casa.

Quais são as vantagens de ser um consultor da educação?

O que você ganha ao trabalhar com a gente? Bom, as vantagens são muitas! Se você ainda não está convencido de se cadastrar como consultor de educação, aqui estão boas razões para fazer isso.

1. Sem barreiras para começar

A grande vantagem da Consultoria Educação é o fato de ser um trabalho fácil de ingressar, porque não há barreiras. É apenas uma questão de tomar a decisão de começar!

Tudo que você precisa fazer é preencher um formulário com suas informações pessoais no site da Consultoria Educação e realizar nossos treinamentos de vendas e marketing. Feito isso, você recebe os materiais de divulgação dos cursos para começar a trabalhar!

2. Nenhuma experiência necessária

Você não precisa ser um especialista em marketing ou um vendedor profissional para se tornar um consultor de educação. Também não precisa ter um diploma ou uma experiência de trabalho anterior na área.

O conhecimento útil será aquele que você aprenderá ao longo do caminho, testando campanhas, vendo o que dá certo para atrair seu público e conversando com os clientes.

3. Baixos custos de investimento

No início, as despesas operacionais para se tornar um consultor de educação são praticamente inexistentes, principalmente se comparadas a outros segmentos.

Dá para cumprir bem o suficiente todas as suas responsabilidades de consultor em sua casa, tendo apenas custos básicos de eletricidade e cobertura de internet.

Opcionalmente, existem despesas adicionais relacionadas à criação de campanhas pagas nas redes sociais. É um investimento que você pode fazer para atrair maior número de potenciais clientes para suas páginas.

4. Fonte Secundária de Renda

Começar como um consultor de educação não exige que você deixe seu emprego formal. É possível fazer isso de forma paralela e ver quais são os resultados nos primeiros meses.

No início, pode ser apenas uma fonte de renda extra, mas é possível que o trabalho de consultoria se torne uma de suas fontes de renda principais conforme for trazendo resultados.

Seja um consultor da educação!

Viu que o mercado para autônomos vinculados a apps vale a pena? Se você gostou desse modelo de trabalho e está em busca de novas oportunidades, não perca tempo e saiba melhor como se cadastrar na Consultoria Educação!

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.