como ser freelancer

Como ser freelancer? Confira estas 6 dicas de ouro

O freelancer é uma modalidade de trabalho em que não há vínculo empregatício com uma empresa, ainda que esse profissional preste serviços a ela. Ele contribui com sua atuação em momentos pontuais e não chega a integrar o quadro de funcionários da organização. Os chamados freelas encontraram nessa uma boa oportunidade de conquistar a renda extra ou a principal.

Prova disso é que o Brasil tem hoje 24 milhões1 de profissionais autônomos, entre os quais muitos freelas se encontram. Mas, afinal, como ser um freelancer, online ou não? Existem boas práticas para iniciar nessa modalidade e conquistar mais clientes? A boa notícia é que sim!

Veja como ser freelancer em dicas imperdíveis!

Escolha uma boa área de atuação

Quando você pensa em uma carreira no CLT, é comum escolher uma área de atuação em que seus talentos podem contribuir para a conquista de emprego, certo? O princípio aqui é o mesmo. Para trabalhar como freelancer, vale considerar os seus pontos fortes, aqueles nos quais é possível se destacar.

Nesse sentido, também é importante avaliar o mercado para esse segmento. Você pode ter muita aptidão para determinada área, mas não encontrar empresas ou pessoas físicas que necessitem dessa atuação. Para isso, acompanhe as principais referências no LinkedIn, veja a oferta de serviços nas plataformas online e converse com quem já conhece bem esse mercado.

Entre as opções para trabalhar como freelancer, listamos algumas:

  • programação de sistemas, aplicativos e trabalhos pontuais em tecnologia;
  • redação de conteúdos com foco em SEO para empresas;
  • revisão de conteúdos para web ou materiais acadêmicos;
  • diagramação de peças publicitárias, livros, materiais ricos etc.;
  • tradução de conteúdos para web, documentos, entre outros;
  • produção de publicações para redes sociais e gestão de comentários;
  • venda de cursos de graduação para possíveis estudantes interessados;
  • instrutor de dança, idiomas, e demais áreas.

O trabalho freelancer online, por exemplo, é uma grande oportunidade — sobretudo agora que o home office ganhou força no mercado. Nesse caso, é importante chamar a atenção dos potenciais clientes, investindo em um portfólio com seus melhores serviços.

Defina o seu público-alvo

Para ter boa renda extra com o trabalho freelancer, conhecer o seu público é essencial. Isso porque é com a conexão e a personalização que se alcança um maior número de clientes. Após definir a sua área, faça uma pesquisa de mercado mais completa para entender para quem pode oferecer seus serviços.

Tenha em mente que tão importante quanto conquistar clientes é manter os que você já tem. Então, conhecer o público-alvo também é uma forma de nutrir a sua base, incentivar novas compras ou requisições de trabalho. Isso sem falar que, com esse conhecimento, dá para entregar mais qualidade na sua atuação.

Formalize-se

Nem todas as plataformas de afiliado ou vendas online pedem o registro profissional para a sua atuação. Mas existem diversos benefícios do MEI (Microempreendedor Individual) para a sua carreira freelancer. Como não há os direitos que normalmente os celetistas conquistam, essa é a principal forma de ter garantias para seu futuro.

Com a formalização, você pode:

  • emitir notas para reforçar a credibilidade do seu negócio;
  • conseguir créditos e empréstimos com maior facilidade e juros mais baixos;
  • ter cobertura previdenciária do INSS — e, assim, receber seguro-maternidade, auxílio-doença, pensão por morte, aposentadoria por invalidez ou idade, entre outros;
  • participar de licitações do seu município, Estado ou país;
  • conquistar tudo isso com impostos baixos, que estão na média de R$ 60,00*.

Busque especializações na área

O próximo passo de como trabalhar como freelancer e ter sucesso é buscar a qualificação constantemente. Com tantos profissionais ativos no mercado, a concorrência é grande — ainda mais quando se trata de uma atuação pontual para determinadas empresas. Quando o seu desempenho oferece excelência e resultados, as chances de conquistar mais recorrência se ampliam.

A principal forma de buscar qualificação é com estudos e dedicação aos seus serviços. Trabalhe os seus pontos fortes para torná-los diferenciais competitivos. Ainda que tenha seus clientes mais próximos e uma boa frequência de trabalhos, não se acomode. Pense que nas transformações do mercado, em algum momento, você pode ficar para trás.

Faça uma graduação, cursos livres e atividades extracurriculares. Sempre que possível, participe de palestras, webinars e eventos da sua área. A vivência de diferentes profissionais pode agregar bastante à sua atuação. Isso também inclui o networking nas redes sociais e nessas oportunidades, que reforça a sua bagagem.

Entenda como buscar os seus primeiros clientes

Falamos em networking e, de fato, esse é um grande investimento para quem deseja ser freelancer. Além de somar bastante à sua carreira por meio do aprendizado, a sua rede de contatos pode gerar indicações importantes para serviços — especialmente no início, em que poucas pessoas conhecem os seus talentos.

Lembrando que, por mais que os profissionais estejam concorrendo pela atenção dos clientes, nada impede essa parceria. Por exemplo, um freela que já está ocupado em uma semana pode indicar os seus serviços para atender à demanda.

Outra forma é se manter presente na internet. Tenha perfis nas redes sociais para divulgar seus trabalhos e, se possível, faça um blog. Invista em técnicas para impulsionar as suas publicações de forma orgânica ou paga para aparecer nas primeiras páginas dos motores de busca.

Conte com boas ferramentas para se destacar na área

Estar cadastrado nas plataformas de freelancer é muito importante para ganhar visibilidade. Nesse sentido, escolha os melhores locais, que ofereçam remunerações justas e boas oportunidades de atuação. O reconhecimento dessas marcas são essenciais para chamar a atenção dos clientes.

Se você deseja trabalhar com uma área promissora e com o apoio de plataforma de excelência, conte com a Consultoria Educação. Com faculdades reconhecidas nacionalmente, será fácil vender cursos de graduação para estudantes interessados. A cada matrícula realizada, seus ganhos aumentam com comissões que chegam a R$ 300,00!

Seja um freelancer de sucesso!

Com estas dicas, você já tem boas ideias de como ser freelancer e ter sucesso em sua atuação. Lembre-se de que o portfólio é importante para a conquista de clientes, assim como o cadastro em plataformas. Se quer atuar com a venda de cursos, aposte na Consultoria Educação e conte com a nossa parceria!

Gostou dessa oportunidade? Então, siga para o próximo conteúdo e entenda mais sobre consultoria em educação!

1Agência Brasil

*Sujeito a alterações

[E-BOOK] Guia completo de renda extra sem sair de casa: tudo que você precisa saber

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.