Consultoria em educação: fotografia de uma mulher acenando para o computador em uma reunião online.

Passo a passo para você montar uma consultoria em educação

Com a digitalização das coisas, não faltam aplicativos para ganhar dinheiro extra na web. Nesse cenário, a consultoria de educação pode trazer diversas vantagens, como trabalhar de casa, ter flexibilidade de horários, ser o seu próprio chefe e conquistar ganhos ilimitados.

Antes de começar, é importante entender como ela funciona, além de conhecer bem o mercado e buscar a formalização. Afinal, a renda extra hoje pode se tornar a sua principal fonte de lucro amanhã. Neste post, vamos mostrar quais os passos para investir na área. Acompanhe!

O que faz um consultor educacional?

Um consultor educacional é um profissional que fornece orientação e aconselhamento sobre questões relacionadas à educação. Isso pode incluir desde ajudar alunos em sua escolha de carreira, até auxiliar instituições de ensino na elaboração de estratégias e políticas educacionais.

Algumas das principais atividades realizadas são:

  • Orientação vocacional: auxiliar estudantes a descobrir suas habilidades, interesses e aptidões para escolher uma carreira que se encaixe em seu perfil.
  • Apoio na escolha da faculdade: orientar os estudantes na seleção da instituição de ensino superior que mais se alinhe com seus objetivos de carreira e expectativas pessoais. Isso inclui analisar a qualidade dos cursos oferecidos, infraestrutura, oportunidades de intercâmbio, entre outros fatores que podem influenciar na decisão do aluno.
  • Coaching educacional: fornecer suporte e orientação para alunos que estão passando por dificuldades acadêmicas ou emocionais.
  • Planejamento estratégico: colaborar com instituições de ensino na elaboração de planos e metas para melhorar a qualidade do ensino oferecido.
  • Desenvolvimento de projetos educacionais: ajudar na criação e implementação de projetos inovadores que promovam uma educação de qualidade.
  • Treinamentos e capacitações: oferecer cursos e workshops para professores e gestores educacionais com o objetivo de melhorar suas habilidades e conhecimentos.

De forma geral, consultoria nada mais é do que a prestação de um serviço com o intuito de oferecer uma solução a alguém. Por exemplo, no app Consultoria Educação, você tem acesso aos cursos de graduação — nas modalidades semipresencial e a distância — das faculdades Unic, Anhanguera, Unopar, Pitágoras, Fama, Uniderp e Unime.

Nesse caso, o consultor atua como alguém que promove o aplicativo. Ao incentivar a busca pela formação no ensino superior e o desenvolvimento de uma carreira, ele contribui para transformar a vida das pessoas por meio da educação. Seu foco principal é criar estratégias de divulgação, além de prospectar alunos.

Leia também: Conheça as oportunidades na área de afiliados na educação

Como funciona?

O processo de consultoria para alunos inicia-se com um diagnóstico detalhado das necessidades e objetivos do estudante. Essa etapa é fundamental para definirmos um plano de ação personalizado que atenda às expectativas e demandas específicas de cada aluno.

Após o diagnóstico, são agendados encontros periódicos, que podem ser presenciais ou virtuais, para discutir progressos, ajustar estratégias e fornecer orientações adicionais. Esses encontros servem como pontos de apoio e acompanhamento, garantindo que o aluno permaneça motivado e focado em seus objetivos.

Planejamento é outra etapa crucial do processo. Com base nas informações coletadas no diagnóstico, desenvolvemos um plano de ação que inclui metas de curto e longo prazo e estratégias para alcançá-las. Esse plano é constantemente revisado e ajustado conforme necessário, em consonância com o desenvolvimento do aluno.

O acompanhamento contínuo é essencial para monitorar o progresso do estudante. Isso envolve não apenas os encontros regulares, mas também um suporte contínuo através de ferramentas digitais e canais de comunicação, permitindo que o aluno tire dúvidas e receba orientação quando necessário.

Ao longo do processo, o consultor educacional age como um mentor, oferecendo suporte emocional e orientação acadêmica, além de encorajar o desenvolvimento de habilidades necessárias para o sucesso educacional e profissional do aluno.

O que precisa para ser um consultor em educação?

Para se tornar um consultor educacional, é necessário ter conhecimento na área de educação. Possuir formação acadêmica sólida pode ser um diferencial importante, mas não é um requisito. Além disso, o profissional deve estar sempre atualizado sobre as tendências e mudanças no setor educacional.

Outras habilidades importantes para atuar na área são:

  • Boa comunicação: o consultor precisa ter capacidade de se comunicar de forma clara e eficiente com alunos, instituições de ensino e demais parceiros.
  • Empatia: é essencial entender as necessidades e desejos dos alunos e agir com sensibilidade e compreensão.
  • Resiliência: a capacidade de lidar com desafios e manter-se motivado é fundamental para o sucesso na consultoria educacional.
  • Habilidade de organização: ser capaz de planejar, gerenciar tempo e recursos são importantes para garantir um bom trabalho como consultor.
  • Pensamento crítico: é preciso ser capaz de analisar e interpretar dados e informações para tomar decisões assertivas.

Leia também: Afinal, quanto ganha um afiliado? Confira o tutorial para calcular seu salário!

O que é preciso para montar uma consultoria educacional?

Abrir uma consultoria educacional pode ser um ótimo negócio para quem deseja trabalhar com educação e ter ganhos ilimitados. Para isso, é necessário seguir alguns passos importantes:

  1. Definir o público-alvo: é importante definir quais segmentos da população serão atendidos pela consultoria, como estudantes de ensino médio, universitários ou profissionais em busca de aperfeiçoamento.
  2. Estruturar os serviços oferecidos: além dos serviços básicos de orientação e coaching educacional, é possível incluir outras atividades, como capacitações e treinamentos para empresas.
  3. Estabelecer parcerias: é importante ter parcerias com instituições de ensino, empresas e outros profissionais da área, a fim de expandir a atuação da consultoria.
  4. Criar um plano de negócios: é fundamental planejar todos os aspectos do empreendimento, como orçamento, estratégias de marketing e metas a serem alcançadas.
  5. Investir em uma boa divulgação: é preciso promover a consultoria para atrair clientes e conquistar uma boa reputação no mercado.
  6. Buscar capacitação: investir em cursos, workshops e outras formas de capacitação pode ajudar a aprimorar as habilidades e conhecimentos necessários para oferecer um serviço de qualidade.
  7. Manter-se atualizado: é essencial estar sempre atento às mudanças no setor educacional e buscar constantemente atualização e aprimoramento profissional.

Com a demanda crescente por serviços de consultoria educacional, essa área pode ser uma opção promissora para quem busca empreender no ramo, oferecendo soluções inovadoras e de qualidade para ajudar os estudantes a alcançarem seus objetivos.

Além disso, atuar como consultor pode ser uma forma gratificante de promover um impacto positivo na vida das pessoas, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e profissional dos alunos.

Como montar uma consultoria educacional

Agora que você já sabe o que é a consultoria de educação, o próximo passo é começar a atuar na área, certo?

Por isso, vamos compartilhar algumas dicas práticas que vão guiar a sua trilha por uma oportunidade repleta de ganhos ilimitados. Sem contar a contribuição de tornar a rede de ensino ainda mais acessível.

1. Formalize-se como empreendedor

Para trabalhar como consultor, o primeiro passo é a formalização como MEI. Além da profissionalização, ela traz benefícios como o CNPJ, aposentadoria, auxílio-doença, facilidade para abrir contas e a possibilidade de emitir notas fiscais.

2. Opte pelo regime tributário

Na hora de optar pelo tipo de regime tributário, pode surgir a dúvida entre MEI ou ME. No primeiro caso, o Microempreendedor é enquadrado em uma forma de tributação diferenciada, com taxas menores e um sistema único de recolhimento — o Simples Nacional.

3. Escolha as atividades

Para empreender na área da educação, é preciso escolher as atividades vinculadas ao seu negócio de acordo com a lista do MEI. Para atuar na rede de afiliados do app Consultoria Educação, a CNAE indicada é a de Consultor de Vendas Independente (7319-0/02). Atuações mais específicas incluem:

  • Serviços de Assessoria Pedagógica (8550-3/02);
  • Atividades de Apoio à Educação (8550-3/02);
  • Consultoria em Educação (8550-3/02).

4. Busque os seus clientes

Por fim, com tudo regularizado, é a hora de começar a prospecção dos alunos para os cursos de graduação. Nesse quesito, podemos dizer que a formalização ajuda a abrir novas portas, já que você poderá emitir notas fiscais enquanto constrói a sua rede de contatos e começa a fazer nome na área de consultoria de educação.

Viu só o que espera por você no mundo do empreendedorismo? Vale destacar que por meio do app Consultoria Educação, os nossos consultores ganham premiações a cada matrícula realizada, além de incentivar o investimento em uma formação profissional. Sem contar que o cadastro é rápido, fácil e prático. Em três passos — formulário no site, senha e download do aplicativo — você já pode começar a prestar consultoria de educação.

Que tal investir agora mesmo? Faça já o seu cadastro no app Consultoria Educação e ganhe uma renda extra ou transforme-o em sua principal atividade!

[E-BOOK] Guia completo de renda extra sem sair de casa: tudo que você precisa saber

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.