Descrição para afiliados: fotografia de um homem olhando para seu computador, enquanto trabalha, com expressão pensativa.

7 passos para criar uma descrição para afiliados

O marketing de afiliados é uma das opções mais procuradas para quem quer fazer uma renda extra sem sair de casa. No entanto, para realmente se destacar entre os concorrentes e vender bem, é preciso executar bem as pequenas tarefas, como a elaboração de boas descrições de produto.

As descrições são os textos que apresentam o produto para um cliente. Por isso, para afiliados, elas são a maior vitrine possível. Quando bem executadas, portanto, tem o papel de impactar positivamente a renda e o número de vendas total.

Mas como fazer boas descrições para afiliados? Neste conteúdo, você entende quais elementos são fundamentais e ainda confere um tutorial completo para criar descrições estratégicas. Continue lendo para saber mais!

O que escrever na descrição para afiliados?

Quem já atua ou deseja começar a atuar no marketing de afiliados já sabe que a descrição de um produto é uma das etapas mais importantes do trabalho. Afinal, é a partir dela que uma pessoa pode optar (ou não) por comprar de você, sobretudo quando você divulga o seu link de afiliado em marketplaces.

Ao contrário do que acontece com outras estratégias de marketing para afiliados, porém, a descrição de um produto não depende tanto do seu personal branding ou da sua identidade de marca. Ela tem a ver, na verdade, com o modo como você se comunica diretamente com o cliente, e com as suas habilidades de persuasão.

Em uma descrição de produto para afiliados, o foco é convencer uma pessoa a adquirir o produto. Desse modo, devem ser destacadas informações que despertem o interesse e convençam essa pessoa de que aquele produto pode mesmo ajudá-la. Para isso, é necessário focar em alguns elementos-chave. Confira: 

1. Título atraente

O título do seu produto é a primeira coisa que chamará a atenção de um potencial cliente. Por isso, ele deve ser atraente, mas também objetivo. Desse modo, ao bater o olho no seu produto, o cliente já fica mais interessado em adquiri-lo.

2. Descrição clara

A descrição é a segunda etapa. Aqui, você deve destacar sobretudo os benefícios daquele produto para um potencial comprador. Quais dores ele resolve? Por que ele vale o investimento que será feito? O que faz desse produto algo realmente indispensável? 

Este é o seu momento de mostrar que realmente conhece a sua persona e, portanto, sabe bem como convencê-la a comprar com você.

Fotografia de uma mulher olhando para o computador com a mão na boca, enquanto pensa.

3. Credenciais do produtor

Esta etapa funciona como uma “segurança extra” para o seu potencial cliente. Nela, você deve focar em explorar as credenciais de quem pensou no produto. Eles são uma autoridade no assunto? Quantos outros clientes já adquiriram aquele mesmo produto e ficaram satisfeitos? Por que essa marca merece a confiança do seu potencial cliente? 

Essas informações fazem a diferença na hora da conversão, já que ninguém quer comprar um produto de qualquer pessoa. Portanto, destaque os pontos positivos da marca.

4. Depoimentos

Em alguns casos, os afiliados podem ter acesso a depoimentos de clientes satisfeitos com aquele produto. Nesse cenário, incluí-los na sua descrição é uma maneira de convencer mais pessoas a também comprar. Essa estratégia é muito comum no marketing e é conhecida como “prova social”. 

Basicamente, a sua principal função é oferecer mais segurança para novos clientes. Afinal, se outras pessoas compraram e gostaram, as chances do seu potencial comprador também ficar satisfeito é maior, certo?

5. CTA persuasivo

Por fim, é necessário pensar em uma chamada para ação (call to action, ou CTA) persuasiva. Ela é a frase que fará com que o seu potencial cliente realmente finalize a conversão, e, portanto, deve ser objetiva e direta, mas também focada em convencer. 

Como a descrição para afiliados me ajuda a vender mais?

A descrição de um produto é, no marketing de afiliados, a principal vitrine para vendas. Nesse sentido, quanto mais estratégica e bem elaborada for a sua descrição, maiores as chances de o consumidor optar pelo seu produto, e não pelo concorrente, aumentando, assim, o seu número total de vendas.

Esta é uma etapa bastante crucial porque nem sempre depende da sua identidade de marca, e, em alguns casos, sequer depende do tipo de produto que você vende como afiliado. O foco está mesmo na sua habilidade de persuasão e nas características do produto que está sendo oferecido. 

Por isso mesmo, o esforço de fazer uma boa descrição como afiliado pode ser recompensado depressa. Mais que isso, pode te dar dados concretos para refinar cada vez mais as suas descrições — como depoimentos, avaliações positivas e outros tipos de prova social. 

7 passos para criar descrições estratégicas

São muitas as formas de escrever uma descrição para afiliados, a depender dos seus objetivos e do tipo de produto que você vende. Ao contrário de uma estratégia mais longa, como o funil de vendas, a descrição deve ser, ao mesmo tempo, focada em conversão e amigável para novos clientes, e equilibrar esses dois “lados” pode ser difícil.

Pensando nisso, a equipe da Consultoria Educação elaborou um tutorial completo para te ajudar a criar descrições estratégicas e vender mais. Confira!

1. Comece pelas palavras-chave

No marketing de afiliados, todo nicho possui as suas palavras-chave características, que ajudam outras pessoas a identificarem produtos e serviços. Por isso, antes de começar a elaborar a sua descrição, tente fazer uma lista dessas palavras-chave e separar aquelas que podem ser mais estratégicas para o seu produto e o seu objetivo. 

Com isso, você garante que mais pessoas vão te encontrar e aumenta as suas chances de conversão orgânica.

2. Gere identificação 

É um fato: a identificação é a melhor forma de fazer com que uma pessoa se sinta incentivada a adquirir o seu produto. No marketing, esse sentimento pode ser construído a partir de uma compreensão mais aprofundada da dor do seu público-alvo. Ou seja: quanto mais você entender o problema que eles querem resolver, melhor você consegue se comunicar com eles.

Na hora de escrever a sua descrição para afiliados, use esse conhecimento para mostrar como o seu produto pode ser verdadeiramente útil. Desse modo, os seus clientes em potencial vão se sentir mais inclinados a adquiri-lo, já que ele conversa diretamente com um problema que eles já sabem que possuem.

3. Seja claro

Você concorda que é mais difícil comprar um produto que você não entende muito bem como funciona ou como vai te ajudar? Pois é. Por isso mesmo, na hora de escrever uma descrição, é fundamental ser o mais claro e objetivo possível. 

Dessa maneira, você evita que os seus clientes fiquem confusos com as funcionalidades e as vantagens daquele produto, e acabem deixando a compra de lado.

4. Foque nos benefícios

Para que um cliente em potencial realmente seja convencido a comprar um produto, ele precisa entender por que aquele produto é tão bom. Assim, na hora de fazer a sua descrição, vale a pena focar nos principais benefícios e qualidades daquele produto, indicando como a aquisição pode facilitar a vida do cliente e ajudá-lo a alcançar objetivos específicos.

Nesta fase, você também deve demonstrar que entende profundamente o problema do seu lead e as várias formas como o seu produto ajuda a resolvê-lo. 

5. Use argumentos de autoridade

Argumentos de autoridade são aqueles que convencem uma pessoa de que você sabe mesmo do que está falando. Na hora de fazer uma venda, e especialmente em alguns nichos do marketing de afiliados, eles são fundamentais para que o seu público seja convencido de que aquela compra será feita com alguém de confiança.

Por isso, lembre-se de mencionar alguns desses argumentos na sua descrição. Quanto mais dados concretos e positivos você tiver sobre o produto em si, ou sobre a marca que o criou, maiores as chances de você conseguir uma conversão.

6. Explore diferentes gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são ferramentas usadas dentro do marketing para estimular uma pessoa a realizar uma conversão. São diversos os tipos de gatilhos que podem ser usados em uma descrição para afiliados, de acordo com os seus objetivos e o tipo de produto vendido. No entanto, eles são sempre uma alternativa interessante, especialmente se você quer tornar as suas descrições mais atrativas.

O gatilho de exclusividade, por exemplo, trabalha em cima da ideia de que mais pessoas se interessam por um produto quanto têm acesso a ele de forma exclusiva. 

Já o gatilho de curiosidade, por outro lado, é o responsável por colocar uma pulguinha atrás da orelha do consumidor, que só pode ser resolvida a partir da compra do produto. 

Ou seja: deixe a sua criatividade falar mais alto e pense de que maneira aquele público pode ser incentivado a comprar!

7. Evite modelos prontos

Embora os modelos prontos de descrição para afiliados possam ser bastante úteis no começo, é preciso manter em mente que eles também costumam ser genéricos. Por isso, o ideal é evitar repetir o mesmo discurso que já está circulando pela internet — e que provavelmente está sendo usado pelos seus concorrentes

Em vez de simplesmente copiar uma descrição, portanto, que tal usar esses modelos prontos como uma base e deixar a sua criatividade partir deles?

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender como fazer uma boa descrição para afiliados. Agora, que tal aprofundar ainda mais os seus conhecimentos e aprender como funciona o Facebook Ads para afiliados? Assim, você aumenta ainda mais as suas chances de alcançar novas pessoas!

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.