empreender na pandemia

Empreender em um cenário de pandemia: vale a pena?

Empreender na pandemia vem sendo um dos caminhos para enfrentar a crise. Com o alto nível de desemprego e o risco de fazer parte dessa estatística, boa parte dos brasileiros decidiu arregaçar as mangas e explorar modelos de negócio que aproveitam bem as novas demandas dos consumidores.

Seja por estratégia de mercado, seja por sobrevivência, fato é que o novo cenário permitiu que os brasileiros repensassem aspectos importantes das finanças. Empreender na pandemia deu a chance de muita gente avaliar alternativas de alcançar a independência financeira e investir em modelos de trabalho mais flexíveis pela internet.

No decorrer deste post, vamos falar mais sobre o empreendimento no cenário de crise e mostrar como superar os desafios que surgem nesse contexto. Confira!

Quais desafios devem ser superados ao empreender na pandemia?

A principal saída das autoridades mundiais para desacelerar a contaminação da Covid-19 foi o fechamento de vários setores da vida social. O novo cenário impactou frontalmente setores significativos da economia do país e impôs uma série de desafios para as possibilidades de empreendimento. Confira a seguir.

Desemprego

Dados recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que 1,3 milhão de empresas brasileiras precisaram suspender as atividades ou encerrar as operações por conta das medidas impostas pelo combate à COVID-19.

O país iniciou 2021 com número recorde de desempregados. Em um ano, a situação difícil cresceu em 20%, atingindo 14,3 milhões de pessoas, segundo os dados do IBGE. Isso significa milhares de pessoas que não conseguem um emprego em um dos momentos mais difíceis do país.

Nesse contexto, adaptar-se, vender produtos e serviços que atendem às demandas dos consumidores nasce como uma alternativa para driblar a crise.

Necessidade de trabalhar de casa

A continuação da pandemia forçou muitas empresas a suspenderem a data de retorno para o escritório e adaptar as atividades ao home office ou ao modelo híbrido. Ao mesmo tempo, modelos de trabalho digitais que vinham se consolidando no mercado se tornaram as opções centrais para empreendedores.

Para muita gente, esse foi o momento de repensar competências profissionais para trabalhar de casa. A busca por qualificação foi motivada, principalmente, pela necessidade de ganhar uma renda extra na pandemia ou seguir novas profissões para conseguir manter o equilíbrio nas contas.

Empreender na pandemia: é o momento?

Dar início a um novo negócio parece uma opção um tanto arriscada agora. Afinal, em um cenário de crise econômica, vale a pena investir em um empreendimento próprio?

De fato, a recessão que veio com a pandemia intensificou muitos desafios, mas enxergar novas oportunidades no mercado atual pode ser menos complicado quando se olha para perguntas como:

  • Quais são as novas demandas dos consumidores?
  • Quais são os modelos de negócio que funcionam no cenário atual?

Pensando nas novas demandas dos consumidores, não podemos desconsiderar a demanda por cursos de educação a distância.

Entre março e abril de 2020, quando estavam sendo implementadas as medidas de isolamento social nos estados, as matrículas em cursos EAD aumentaram em 70%, segundo pesquisa recente da Catho Educação.

Cursos EAD são apenas um exemplo de produto com alta demanda durante a pandemia. O mercado digital, como um todo, passou por crescimento no número de vendas, em especial em algumas categorias.

Pensando nos modelos de negócio que estão fazendo sucesso, podemos citar como exemplos: delivery, serviços de entrega, e-commerce, marketplace, rede de afiliados e consultoria digital.

O boom da compra e venda online é uma realidade no país. 2020 foi o ano da primeira compra online para 13% dos brasileiros, segundo dados da Infobrase.

Então, o momento atual é de abrir uma empresa. Mas, para ter bons retornos com essa empreitada, é preciso ter visão estratégica para escolher o segmento certo.

Como definir o nicho certo para empreender na pandemia?

Para dar início a um empreendimento no cenário atual, é preciso compreender, mais do que nunca, em qual nicho de mercado você vai apostar.

Nicho de mercado é uma parcela dos consumidores que é pouco ou nada atendida pelos produtos ou serviços disponíveis atualmente. Identificar um nicho, portanto, é encontrar uma oportunidade de oferecer soluções para um público-alvo específico.

A seguir, separamos algumas dicas para você fazer essa busca no momento atual.

Entenda se há demanda pelo produto

Faça uma análise de mercado para conhecer o público interessado pelo produto ou serviço que você deseja vender. Vá em busca dos seus possíveis concorrentes, veja o preço definido pela média do mercado, confira depoimentos de clientes e as principais reclamações.

Veja se é preciso fazer investimento inicial

Saiba se, dentro do nicho de mercado que você escolheu, é possível empreender sem fazer investimento inicial ou com o mínimo de custos. Serviços como consultor de vendas digital e a venda de produtos digitais são alguns exemplos disso.

Escolha seu modelo de negócio

A pandemia colocou em destaque uma série de modelos de negócio digitais. Cada um apresenta um tipo de logística, custos a serem feitos pelo empreendedor e processo de venda que merecem atenção antes de tomar sua decisão.

Por que apostar na educação é uma boa ideia?

Como vimos anteriormente, a educação passa por uma demanda crescente no mercado digital. Parte dessa procura se deve à necessidade de qualificação que os profissionais têm para aumentar suas chances no mercado de trabalho.

Portanto, iniciativas de empreendimento nesse setor tendem a ser lucrativas. Um modelo de negócio em destaque hoje em dia é a consultoria para cursos de graduação.

O App da Consultoria Educação é referência no setor, atraindo novos consultores para indicar os cursos de graduação do grupo educacional da Kroton. Ele conta com mais de 160 cursos de graduação nas modalidades presencial, semipresencial e 100% online.

Qualquer pessoa do país pode se cadastrar no aplicativo e começar a trabalhar conosco: alunos graduandos, ex-alunos e pessoas de fora da faculdade, mas que desejam trabalhar com vendas na educação.

Vá em busca de mais!

E aí, ficou empolgado para começar a empreender na pandemia? Existem diferentes opções de negócio que oferecem ao empreendedor chances reais de ter lucro sem precisar sair de casa e superar os desafios da crise atual. Este post é apenas um ponto de partida para você tirar sua ideia do papel e suspender as mangas. Então, vá em frente!

Para saber mais sobre como organizar suas finanças pessoais, confira nosso post com 7 passos para conquistar a independência financeira.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.