Marketing Digital na área da Educação

Marketing Digital na área da Educação: como aplicar a estratégia?

Marketing Digital na área da educação é tão importante como em qualquer outro segmento. Talvez até mais, já que envolve a escolha de uma formação para a vida dos seus alunos. Por isso, investir em estratégias de Marketing Digital é essencial para o relacionamento das instituições de ensino com os futuros profissionais.

Esta é apenas uma das muitas aplicações do mkt digital. Além de incentivar a conexão com os alunos, também tem o objetivo de gerar novas matrículas e fortalecer a imagem da marca. Então, vamos ver como dar os primeiros passos, o que incluir no seu planejamento e como definir ações eficazes na hora de vender cursos. Boa leitura!

Por onde devo começar no Marketing Digital?

Se você quer aprender como fazer Marketing Digital na educação, ou mais do que isso, pensa em como ser um empreendedor digital, o primeiro passo está no planejamento. Afinal, um bom plano ajuda na tomada de decisão de quem busca um curso de graduação ou até mesmo uma especialização.

Diferentemente da compra de roupas, por exemplo, a escolha de um curso não é feita por impulso. Quando o assunto é educação, alguns fatores separam os alunos da matrícula. Isso inclui preço, condições de pagamento, modalidade de ensino (presencial ou EAD), duração, dias e horários, professores, grade curricular, entre outros.

Para criar um bom planejamento, é preciso estipular os objetivos da sua estratégia. Então, se o resultado que você busca é vender mais cursos, a meta pode ser aumentar o número de leads qualificados. Também é importante conhecer a sua persona e definir indicadores para acompanhar o andamento das ações. A seguir, vamos ver cada um dos pontos. 

Definir os objetivos

A primeira parte de um planejamento de Marketing Digital na área da educação passa pela definição do que se quer alcançar. Um objetivo pode ter pequenas metas, além de um tempo de duração, incluindo o curto, médio e longo prazo. Para evitar erros, alguns profissionais usam a metodologia SMART:

  • Specific: a equipe deve entender claramente os objetivos do plano de marketing;
  • Measurable: objetivos e metas devem ser mensuráveis;
  • Actionable: nem fácil demais, nem muito difícil, os objetivos devem ser desafiadores e, ao mesmo tempo, palpáveis;
  • Relevant: devem ser relevantes e fazer sentido para o negócio;
  • Time-bound: tudo deve ter um prazo.

Estipular métricas

Para monitorar o andamento dos objetivos e metas, crie indicadores-chave de performance. Do inglês, Key Performance Indicators ou KPIs, métricas são essenciais para mostrar se o que você planejou está funcionando ou se é preciso fazer alguns ajustes pelo caminho. Na área da educação, uma boa medida é o número de matrículas em um mês, por exemplo. 

Desenhar a persona

Para fechar o planejamento, é importante conhecer o seu cliente ideal. Para instituições de ensino, os leads são alunos. Mas quem são eles? O que buscam? Do que gostam? Onde moram? Trace um perfil com nome, idade, gênero, desejos, estilo de vida, enfim, reúna o máximo de informações relevantes para criar as melhores oportunidades.

O que não esquecer dentro da estratégia de Marketing Digital?

Uma das maiores vantagens do Marketing Digital é a possibilidade de mensurar cada passo. Dessa forma, você tem uma visão macro do seu planejamento, podendo alterar sempre que necessário a fim de alcançar os objetivos que espera. Portanto, a escolha das métricas não pode ficar de fora da sua estratégia.

Cada indicador servirá de respaldo para a tomada de decisões. Sem contar a visão geral do plano para mostrar se o número de matrículas está aumentando ou se há solicitações de reembolso, por exemplo. Sem a internet, era difícil comprovar se uma ação era eficaz, o que deixava o planejamento às escuras.

Um consultor de educação pode acompanhar o número de matrículas efetuadas durante um determinado período, as desistências, os cursos mais procurados, assim como os menos populares. Também pode ficar de olho no consumo de conteúdo no site da instituição para aprender mais sobre os interesses dos alunos em potencial.

Quais são os pontos básicos da estratégia de marketing digital?

Seja para uma estratégia de marketing no Instagram, e-mail, blog ou marketing de afiliados, há uma série de possibilidades a serem exploradas. Então, vamos avaliar os pontos básicos para uma estratégia de sucesso com foco na área da educação. Para isso, levaremos em conta ações de atração e relacionamento.

Produção de conteúdo relevante

Conteúdo estratégico e com valor é essencial para a tomada de decisão, ainda mais quando se trata da escolha de um curso. Guiar a persona é o princípio do Marketing de Conteúdo, que tem como objetivo educá-la até que ela esteja pronta para fazer a matrícula. 

Você pode fazer um post no blog para tirar dúvidas sobre um curso, explicar como funciona uma pós-graduação na modalidade EAD, apresentar uma profissão de forma detalhada. Pode usar as redes sociais para estimular o engajamento, além do e-mail marketing para segmentar de acordo com os interesses dos potenciais alunos.

Relacionamento com os alunos

Além de atrair novas matrículas, o consultor de educação também deve se preocupar em reter os alunos. Isso envolve responder dúvidas, divulgar novos cursos que podem ser do seu interesse e pedir feedback constante sobre o seu grau de satisfação. Vale ainda enviar e-mails para avisar sobre a abertura de novas turmas para uma determinada disciplina.

Interação nas mídias sociais

Por fim, manter a interação nas mídias sociais estimula o engajamento constante. Seus canais podem se tornar uma referência quando o aluno buscar informações sobre o curso que tem interesse (início das aulas, horários, período de férias, professores e por aí vai). Sem contar as novidades ou possibilidades de especialização na área. 

Como definir uma estratégia de marketing digital efetiva?

Para adotar uma estratégia bem-sucedida de marketing digital na área da educação, siga as dicas que compartilhamos até aqui. Comece pelo planejamento, passe pela definição dos objetivos, escolha das métricas para acompanhar e o desenho da persona. Além disso, há outras questões que você pode (e deve) considerar:

  • estude o mercado para analisar concorrentes, tendências na área da educação, novidades, tudo que possa levar a insumos para o seu planejamento;
  • avalie como outros afiliados divulgam seus produtos, pois isso pode gerar insights para planejar as suas ações e se diferenciar;
  • faça um estudo profundo sobre o perfil dos alunos que você quer atrair, seus hábitos de navegação na web e como eles consomem; 
  • crie um calendário para manter seus canais — blog, redes sociais, campanhas de e-mail — com conteúdo atualizado e de acordo com cada etapa do funil de vendas;
  • considere investir em anúncios no Facebook e no Instagram, por exemplo, para impulsionar seu conteúdo;
  • planeje ações de olho no curto, médio e longo prazo, sempre consultando as métricas para adaptar seus passos conforme os resultados.

Enfim, lembre-se de que a matrícula em um curso é o principal objetivo do Marketing Digital na área da educação. Além da atração e da conversão, você também deve se preocupar em manter um bom relacionamento com os alunos. Sempre use as métricas a seu favor. Planeje, coloque em prática e faça ajustes para adaptar todas as ações conforme os resultados que espera. 

Quer aprender mais sobre este e outros temas para aumentar sua captação? Então, assine a nossa newsletter e receba dicas direto na sua caixa de entrada!

[E-BOOK] Guia completo de renda extra sem sair de casa: tudo que você precisa saber

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.