me formei e não consigo emprego

Me formei e não consigo emprego, e agora?

Você acabou de concluir o seu curso superior, e agora? É muito comum que os profissionais recém-formados acumulem dúvidas sobre o seu futuro no mercado. A realidade brasileira, cheia de dificuldades políticas e econômicas, traz um grau a mais de confusão.

O sentimento de incerteza é bastante normal, e por isso mesmo é muitíssimo importante escolher bem a faculdade e garantir que a empregabilidade seja um diferencial. Caso, mesmo assim, você não tenha alcançado ainda a oportunidade que tanto buscava, temos dicas preciosas para se virar bem até lá.

A modalidade do trabalho autônomo, por exemplo, tem trazido possibilidades de sustento para muitas pessoas. Neste post, você descobre exatamente o que pode fazer se tiver se formado e ainda estiver sem o emprego desejado. Continue a leitura para não entrar em furada!

Por que não há emprego para todos os recém-formados?

Você se esforçou para concluir a faculdade, estudou com dedicação e fez todos os trabalhos, caprichou no TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) e no networking e, mesmo assim, não conseguiu a vaga que queria. Em primeiro lugar, saiba que não está sozinho nessa situação. Em segundo lugar, existem coisas que pode fazer enquanto não conquista a grande meta.

Nem sempre a transição da faculdade pra o mercado de trabalho acontece de maneira rápida e imediata. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de 31% dos jovens entre 18 e 24 anos estavam desempregados no primeiro trimestre deste ano1. Infelizmente, esse número tem piorado no atual cenário político e econômico.

As razões de não haver emprego para todos os recém-formados são variadas. Uma delas é que o número de alunos que terminam os cursos superiores no Brasil costuma ser elevado a cada ano. Só em 2019, foram mais de 8 milhões de matriculados e mais de 1 milhão de alunos concluintes2.

Nesse contexto de grande oferta de profissionais especializados, é claro que fica mais difícil conseguir boas vagas. Por isso, é muito importante, desde o início, escolher uma boa faculdade e caprichar na formação.

Pense também que o momento atual do país é de uma economia incerta, afetando também o ensino superior na pandemia. Mas não desanime: a partir de agora, você encontra dicas para ajudar a reverter essa situação e se virar mesmo num cenário difícil.

Como reverter a situação de recém-formado desempregado?

Me formei e não consigo emprego, e agora? Com a oferta grande de recém-formados, adquirir experiência durante a faculdade é essencial. Além disso, é importante investir na continuação da formação e desenvolver as habilidades demandadas pelo mercado.

Grande parte do desafio desse momento está ligado a manter uma postura ativa e não desanimar. Além disso, boa parte das principais empresas da atualidade costumam dar preferência para profissionais que já têm uma experiência consolidada.

Por isso mesmo, invista no seu conhecimento, planejando cursos e atividades adicionais que pode fazer para fortalecer sua experiência. Você pode fazer uma pós-graduação ou um curso de curta duração para se manter atualizado.

Desenvolver o currículo é estar em movimento e buscar novos conhecimentos e novas práticas. Não se esqueça de que estar sempre aprimorando o seu perfil profissional é uma excelente maneira para aumentar as chances de conseguir uma boa vaga.

As melhores faculdades hoje trazem mecanismos específicos de estágio que vão ajudar o aluno a cumprir essa meta. Mas, se você não teve essa chance ou, mesmo assim, não teve sucesso ainda, vale a pena procurar um programa de Trainee na área desejada. Essa é uma excelente forma de aumentar a experiência e buscar uma inserção em boas empresas.

Vale a pena investir em estratégias de trabalhos freelancers?

Vale muito a pena investir em estratégias de trabalhos freelancers enquanto você não consegue a vaga que procura. Mesmo que seja em uma área diferente da que se formou, isso pode abrir um horizonte novo de possibilidades. Para muitas pessoas, tem sido importante considerar maneiras de empreender na pandemia.

O ponto principal de trabalhar como freelancer é consolidar renda extra para que você continue a sua busca com calma. Desse jeito, pode avaliar as estratégias e consultar as vagas disponíveis para ser valorizado no mercado.

Mesmo durante os estudos, muita gente precisa trabalhar para pagar a faculdade e encontra no trabalho autônomo uma saída. Uma vez concluída a faculdade, você pode manter essa boa prática e continuar a se especializar para aprimorar seu perfil profissional.

Uma das vantagens de trabalhar como freelancer é ter o horário flexível e ser o seu próprio chefe em diversas situações. Esse aspecto ajuda a conciliar a vida profissional com a pessoal e também favorece uma boa organização do tempo e da produtividade.

Os trabalhos freelancers permitem se virar bem em uma série de contextos diferentes. Você pode atuar de onde quiser, especialmente de casa. É uma maneira muito prática e segura de aumentar a renda mensal e de buscar consolidar a sua vocação com trabalhos independentes.

Nesse sentido, vale lembrar que, trabalhando como freelancer, você também pode escolher quais são os seus clientes. O mercado tem oferecido muitas chances de atuar dessa maneira, e várias empresas remuneram serviços por essa via.

Se quiser saber como aumentar a renda mensal dessa maneira, tenha em mente uma plataforma específica de trabalhos freelancers. Na Consultoria Educação, você pode se tornar um consultor da educação e ganhar dinheiro sem sair de casa.

O Afiliado Digital da Consultoria Educação oferece produtos e serviços de educação. Você monta uma rede de contatos e executa as vendas online. Fazendo isso, consegue renda extra na pandemia e ainda auxilia as pessoas a se matricularem em faculdades de qualidade.

Para começar a trabalhar de afiliado digital e virar um promotor da educação, basta preencher o formulário no site e baixar o App da Consultoria Educação. É importante também ter o MEI para emitir nota fiscal. Assim, você já pode indicar alunos e ter retorno financeiro por isso.

Além da oportunidade de renda extra e das vantagens do trabalho, nossos parceiros ajudam a aumentar o acesso à educação no Brasil. Os ganhos como consultor aumentam à medida que você ajuda mais alunos a entrarem nas faculdades do grupo Kroton — com nomes como Anhanguera, Uniderp, Unime, Pitágoras, FAMA, Unic e Unopar.

E aí, gostou da ideia de ganhar uma renda extra enquanto continua a sua busca profissional? Acesse o App da Consultoria Educação e torne-se agora mesmo um afiliado digital.

1 IBGE

2 INEP

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

[E-BOOK] Guia completo de renda extra sem sair de casa: tudo que você precisa saber

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.