MEI ou ME? Qual é a melhor opção para mim?

Contar com uma renda extra é sempre uma boa ideia, não é mesmo? O que não falta é opção para ganhar dinheiro na web. Para atuar como freelancer ou consultor de vendas, a maior parte das oportunidades disponíveis tem como pré-requisito o MEI ou ME.

Isso significa que você precisa trabalhar como pessoa jurídica para poder emitir nota fiscal por conta dos serviços prestados. Neste post, vamos mostrar como cada modalidade funciona, a diferença entre MEI e ME e a melhor opção para o seu negócio. Acompanhe!

Como funciona o MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual. Em poucas palavras, é quando uma pessoa atua por conta própria — dentro das atividades permitidas — e passa a ter um CNPJ. Assim, é possível emitir nota fiscal pelos seus serviços, abrir conta em banco e fazer pedidos de empréstimo.

O MEI é enquadrado em um regime tributário com taxas reduzidas e um sistema único de recolhimento, conhecido como Simples Nacional. Isso significa que todos os impostos são reunidos em uma guia (DAS) no Portal do Empreendedor.

O valor da mensalidade varia de acordo com as atividades: R$53,25 (comércio e indústria), R$57,25 (serviços) e R$58,25 (comércio e serviços). Também dá direito a benefícios como auxílio-doença e aposentadoria. Para ser MEI, o seu faturamento anual não pode ultrapassar R$81 mil.

Como funciona a ME?

Já a ME é a sigla para Microempresa, voltada para negócios com faturamento anual de R$81 mil até R$360 mil. De maneira simples, é o caminho para quem quer abrir uma empresa em sociedade — com até 9 funcionários (prestação de serviços ou comércio) e até 19 (indústria e construção civil).

A formalização depende de um contrato social, registrado na Junta Comercial, e da orientação de um profissional de contabilidade. Pela complexidade, há 3 opções de regime tributário: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. De modo detalhado, funciona assim:

  • Simples Nacional: o recolhimento de impostos leva em conta a receita dos últimos 12 meses, enquanto a apuração é feita em uma única guia;
  • Lucro Real: os tributos incidem sobre receitas e despesas registradas no livro contábil;
  • Lucro Presumido: a tributação considera uma estimativa de lucro, que varia conforme as atividades do negócio.

Quais são as principais diferenças entre MEI e ME?

Se você chegou até aqui, já deve ter percebido algumas diferenças entre Microempreendedor Individual ou Microempresa. O faturamento é uma das principais, sendo até R$81 mil para MEI e até R$360 mil para ME, como mostramos nos tópicos anteriores.

Vamos destacar outros pontos importantes para você avaliar entre o MEI ou ME:

  • formalização: simples, rápida e totalmente online para o MEI. Necessita de um contrato social no caso do ME;
  • número de funcionários: enquanto o MEI atua sozinho ou pode ter 1 funcionário, o ME conta com uma equipe que pode chegar a até 19 pessoas;
  • contabilidade: a diferença entre MEI ou ME está na complexidade. Por ser simples, o MEI dispensa o auxílio de um contador. Já o ME precisa cumprir com as obrigações contábeis de uma empresa;
  • atividades: o MEI vale apenas para atividades enquadradas, mas o ME não tem restrições;
  • contribuição: se o Microempreendedor tem uma mensalidade com base na categoria de atividades, a Microempresa paga taxas conforme a receita gerada.

MEI ou ME: qual escolher?

Ao seguir pelo caminho do empreendedorismo, logo surge a dúvida sobre abrir MEI ou ME. Quando você conhece cada modalidade, fica mais fácil escolher a melhor opção para o seu negócio. Enquanto o Microempreendedor é um processo mais simples e menos burocrático, a Microempresa demanda contrato e auxílio de um contador.

Portanto, ao escolher ser MEI ou ME, leve em conta os requisitos de cada modelo. Se o seu faturamento estiver dentro dos limites da primeira opção, assim como as atividades e porte do negócio, ela pode trazer mais vantagens. Afinal, a formalização é simples, conta com uma carga tributária reduzida, não requer a contratação de um contador para fazer a gestão contábil e ainda facilita a emissão de notas fiscais (sem taxas extras).

Entendeu a diferença de MEI ou ME? Aproveite para compartilhar o conteúdo nas redes sociais e ajude outras pessoas com dúvidas.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.