Melhores produtos para vender como afiliado: fotografia de uma mulher trabalhando com o computador e celular.

Conheça os 7 melhores produtos para vender como afiliado

Quem deseja fazer parte do marketing de afiliados tem que lidar, mais cedo ou mais tarde, com uma dúvida fundamental: qual é o melhor produto para trabalhar? A resposta, infelizmente, não é nem óbvia, nem única: tudo dependerá de você e dos seus conhecimentos.

Para te ajudar nesse processo, preparamos um conteúdo completo sobre o assunto. Ao longo deste texto, você aprende a escolher o melhor produto para ser afiliado e ainda conhece os 7 nichos mais lucrativos. Confira!

Como escolher o melhor produto para ser afiliado?

O primeiro passo para começar a ter sucesso no marketing de afiliados é definir o produto que você vai vender. Essa decisão pode variar de pessoa para pessoa, e só você poderá dizer qual é a melhor opção para o seu caso.

No entanto, a equipe da Consultoria Educação te ajuda a dar o pontapé inicial: a seguir, você confere o passo a passo para escolher o seu produto de afiliado de forma eficaz e assertiva, sem riscos de se arrepender no futuro.

1. Defina os seus interesses

Considere este fato: é muito mais fácil vender coisas pelas quais você também se interessa. Além de demonstrar um interesse genuíno pelo assunto, ter mais motivação para buscar novidades e conseguir se destacar no mercado, você tem mais chances de convencer o seu cliente a fechar o negócio, já que sabe do que está falando.

Por isso, o primeiro passo na hora de escolher qual produto vender como afiliado é, justamente, definir os seus interesses. Como mostramos, quase tudo pode ser vendido — do lazer às carreiras. Pensando nisso, quais temas costumam atrair a sua atenção? Do que você gosta de falar, ou o que você acha interessante pesquisar e aprender mais? Você tem alguma formação específica e quer usá-la na sua atuação como afiliado? Faça uma lista!

2. Entenda o tráfego e as possibilidades de crescimento

Uma vez definidos os assuntos pelos quais você se interessa, é hora de começar a pensar estrategicamente. Afinal, nem todos os nossos hobbies são um bom negócio, e será importante saber definir bem quais deles podem trazer um bom retorno.

Para entender por onde começar, você pode analisar o tráfego de buscas para cada um desses temas. Por exemplo, suponha que um dos seus interesses seja “Viagens”. Com ajuda de algumas ferramentas — como a busca de palavras-chaves do Google ou o Google Trends —, você consegue entender quantas pessoas fazem pesquisas relacionadas a esse tema, e o que elas costumam pesquisar. A partir daí, consegue traçar possíveis produtos que podem ser vendidos e entender como essa venda deve ser feita.

Em seguida, é hora de entender o quão escalável essa ideia de negócios é, ou seja, o quanto você pode crescer vendendo aqueles produtos. Existem mercados paralelos que você também pode absorver no seu negócio? Este é um produto que requer uma venda recorrente, ou é algo que as pessoas compram só uma vez? Como você faz para o seu negócio aumentar de tamanho?

Apesar de mais trabalhosa, esta etapa é fundamental para que você tenha certeza que está tomando a decisão certa. Assim, começa a definir as estratégias de venda e de aquisição de clientes desde o início.

Leia também: Aquisição de tráfego: quais são as principais fontes?

3. Faça uma pesquisa de concorrentes

Agora que você já sabe qual é o produto que deseja vender como afiliado, chegou a hora de fazer uma pesquisa de concorrentes. Nela, você entenderá como a sua competição costuma fazer vendas e definirá o que eles têm de único para atrair consumidores.

A pesquisa de concorrentes é uma forma de identificar pontos fortes e fracos dentro do mercado onde você está inserido. Com base nela, você consegue definir ações de negócio que resolverão problemas que ainda não foram atacados, ou que promoverão soluções melhores do que as disponíveis no momento. 

Aproveite esse momento para definir, também, quem serão os seus principais concorrentes. Assim, você consegue delinear melhor as ações necessárias para superá-los.

Leia também: Erros em vendas: exemplos e como evitar

4. Defina os seus pontos fortes

Depois de ter todos os seus concorrentes definidos, é hora de entender melhor o seu próprio negócio. Ou seja: entender o que você precisa melhorar, o que já está bom, e quais ações são prioritárias.

Para esse tipo de pesquisa, você pode usar a análise FOFA (também conhecida como SWOT), ou seja, identificar as Forças (Strengths), Oportunidades (Opportunities), Fraquezas (Weakness) e Ameaças (Threats) do seu negócio. Essa visão mais geral ajuda a:

  • Entender melhor quais produtos e serviços você pode/deve vender como afiliado;
  • Quais são os atuais problemas do negócio e como solucioná-los;
  • Quais novos produtos você poderá vender como afiliado no futuro.

Durante essa etapa, pode ser interessante conferir também alguns cursos de afiliados, que te ajudarão a entender melhor como montar um negócio.

5. Analise a lucratividade

Por fim, é hora de fazer as contas e ver se aquela ideia é mesmo rentável. A melhor opção para isso é tentar estimar quanto você ganhará como afiliado, valor que pode variar de acordo com o nicho escolhido e com o número de vendas que você estima que fará por mês.

O principal objetivo desta etapa é mostrar, com dados concretos, se o seu negócio tem o potencial de trazer os resultados esperados. A estimativa serve para te dar um norte de possíveis ganhos e, se necessário, te ajudar a recalcular as estratégias que serão adotadas.

Quais são os nichos de afiliados mais lucrativos?

Para quem deseja fazer uma renda extra, alguns nichos podem ser mais lucrativos do que outros. Antes de definir qual desses produtos você vai vender como afiliado, porém, vale a pena manter em mente que, para vendê-los, é preciso estar familiarizado com o mercado e se manter a par das novidades.

A seguir, você conhece os 7 melhores produtos para vender como afiliado, ou seja, os 7 nichos mais lucrativos nesse ramo do marketing. Lembre-se de conferir também 8 lugares para divulgar os seu links! Continue lendo e saiba mais!

1. Moda

O ramo da moda movimenta, anualmente, bilhões de reais. De acordo com uma reportagem da Vogue, esse setor também bateu record de faturamento nos últimos anos. E são muitas as plataformas que aceitam e incentivam a ação de afiliados, sendo um dos exemplos mais famosos a Shein.

Se você gosta de exercitar a sua criatividade falando sobre moda e ajudando as pessoas a encontrarem o seu estilo, este pode ser um setor interessante. Mas lembre-se de ficar atento às novidades e trends!

2. Viagens

Depois da pandemia da Covid-19, o setor de viagens voltou a crescer, dentro e fora do Brasil. Por isso, este é um dos melhores produtos para vender como afiliado. Seja falando de hotéis, de voos, de passeios ou de como acumular milhas, por exemplo, você pode ajudar as pessoas a realizar o sonho de conhecer lugares incríveis.

O único ponto de atenção é que este setor pode sofrer com eventos de grande porte, como acidentes geográficos ou, como no caso da Covid-19, pandemias e surtos de doenças. Ou seja: esteja preparado para mudanças repentinas!

3. Tecnologia

A tecnologia vem ganhando cada vez mais destaque, principalmente com o uso da Inteligência Artificial se tornando mais popular. Se você costuma ler sobre o setor ou já atua nele, uma forma de fazer uma renda extra é vendendo alguns produtos como afiliado.

Dentre as opções, estão desde objetos de hardware (teclados, mouses, fones de ouvido, peças de computador etc.), até cursos que ensinam as pessoas a programar, por exemplo. Mas lembre-se: a tecnologia se reinventa muito rápido, então estar a par dessas mudanças é fundamental.

4. Jogos

Os jogos — sobretudo online, também chamados de e-sports — também são um nicho em crescimento, e podem ser um produto interessante para vender como afiliado. Para quem costuma jogar com os amigos, essa é uma forma simples de fazer mais dinheiro sem sair de casa, seja recomendando novidades, falando sobre novos videogames ou fazendo reviews.

5. Comida

Você com certeza está habituado a pesquisar receitas na internet. E, se gosta de cozinhar, por que não fazer deste nicho um produto para vender como afiliado? Além de ter um blog sobre o assunto — uma forma simples de atrair tráfego orgânico —, você pode recomendar receitas, produtos, eletrodomésticos e muito mais.

A maior vantagem da comida como um dos seus produtos é que, além do nicho sempre estar se reinventando, ele também é perene. Ou seja: sempre vai existir alguém interessado em saber um pouco mais sobre o tema.

6. Beleza

Assim como o ramo da moda, o ramo da beleza vem se tornando cada vez mais expressivo no Brasil. Para quem gosta do assunto, portanto, falar sobre cuidado com a pele e maquiagens pode ser uma ótima forma de vender produtos como afiliado.

O único cuidado necessário é o de não fazer recomendações médicas sem a devida formação na área. Afinal, isso pode trazer consequências sérias para o seu negócio — e para o seu relacionamento com o público.

7. Educação

Por fim, alguns dos melhores produtos para vender como afiliado estão no ramo da educação. Ao contrário do que você pode imaginar, o marketing de afiliados na educação vem crescendo e ganhando cada vez mais espaço. E, nele, você pode ajudar diferentes pessoas a realizarem o sonho de concluírem o ensino superior ou de se especializarem cada vez mais.

E você pode dar o primeiro passo, do conforto da sua casa: basta baixar o aplicativo da Consultoria Educação, fazer o seu cadastro e começar!

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.