mensalidade faculdade

5 dicas para pagar a mensalidade da faculdade com tranquilidade!

Quando a crise financeira aperta, muita gente pode não ter dinheiro para pagar a faculdade, não é mesmo? Mas, então, o que fazer se isso acontecer? Desistir do sonho de ter um diploma superior? Nunca! Afinal de contas, uma pessoa com graduação ganha 2,5 vezes mais que alguém com ensino médio, segundo dados do IBGE* e da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Se o seu problema é saber como pagar a mensalidade da faculdade, saiba que nós temos a solução. Preparamos uma lista com as melhores dicas para você se organizar do jeito certo e bancar esse investimento tão importante no seu futuro. Confira cada uma e coloque todas em prática hoje mesmo!

Organize as suas finanças

Antes de entrar em pânico com os boletos vencidos e as mensalidades atrasadas, o melhor a fazer é uma pausa. Isso mesmo! Respire fundo e concentre-se na realidade, de modo que seja possível organizar as suas finanças.

Se mais pessoas fizessem disso um hábito, inclusive, não teríamos tantos brasileiros endividados — o número chegou a 67,5% em junho de 2020. É claro que a crise econômica influencia bastante, mas muito do caos se deve à falta de educação financeira, que começa com uma atitude bem simples.

O primeiro passo é listar todas as suas receitas e também as despesas em um local visível. Ou seja, não adianta só fazer uma lista mental, certo? Quando tudo o que você gasta e ganha está na ponta do lápis, fica mais fácil pensar em uma saída inteligente para o problema.

Tenha uma planilha de controle

Se não dá pra confiar na memória, então, comece a usar uma planilha de controle financeiro. O nome pode até assustar de início, mas essa ferramenta é mais simples do que você imagina. A internet está repleta de modelos prontos para baixar, mas também dá para fazer uma personalizada no caderno mesmo.

Como a tecnologia está aí para otimizar a nossa vida, é uma boa ideia aproveitar o celular ao fazer essa organização. Alguns aplicativos são ótimos nesse sentido, como o Mobills, o Spendee, o Wallet e o Organizze. São recursos práticos, que facilitam o acompanhamento de todos os seus gastos diários, semanais e mensais, incluindo as contas, os boletos e a mensalidade da faculdade.

Inicie os estágios o quanto antes

A vida financeira está toda organizada na planilha, mas cadê o dinheiro? Pois é, sem renda, não há organização que sustente as dívidas, concorda? Portanto, vale a pena aproveitar a própria faculdade para conseguir algum recurso financeiro, como no caso de bolsas de pesquisa ou extensão e, principalmente, em relação aos estágios. E a gente sabe o quanto eles são fundamentais na formação superior.

Essa prática é, inclusive, obrigatória em muitos cursos, sendo remunerada em certas situações. Então, vale muito a pena correr atrás de um estágio, por mais que você não esteja na reta final do curso. Assim, é possível não só pagar a mensalidade da faculdade, como conquistar diferencial competitivo lá na frente, por já ter experiência na área. Aliás, várias empresas acabam contratando os estagiários que se destacam.

Corte gastos desnecessários

Se o estágio é remunerado, nada de sair por aí gastando tudo! Lembre-se de que a prioridade é a mensalidade da faculdade, seguida de outros custos essenciais que são de sua responsabilidade, como alimentação ou internet. Esse é o início da jornada para uma sólida estabilidade financeira.

É muito difícil vencer o consumismo com tanto gatilho no dia a dia e nas redes sociais. Porém, é possível fincar o pé no chão e abandonar todos aqueles gastos supérfluos que só satisfazem seu prazer momentâneo, afastando seu futuro com uma carreira de sucesso.

Aqui, vale separar suas despesas em 3 categorias, que podem ser elencadas lá na sua planilha de controle, lembra? Elas vão dividir os seus gastos em necessários, úteis e desnecessários.

Mensalidade da faculdade? Necessário! Plano de dados do celular? Útil, mas é possível encontrar um mais barato. Delivery de lanche em plena segunda-feira? Dá pra viver sem ou esperar o fim de semana.

Busque outras fontes de renda

O estágio é muito bem-vindo por unir a necessidade de ganhar dinheiro com a prática profissional na sua área de atuação. Acontece que nem sempre a função é remunerada e, quando é, os rendimentos não são tão altos para cobrir todas as despesas mensais.

A alternativa, então, é buscar outras fontes, como fazer uma renda extra trabalhando online. Você pode dar aulas particulares de alguma disciplina que domina mais, trabalhar em plataformas de freelancers em design gráfico, programação ou produção de conteúdo e até mesmo iniciar um negócio, empreendendo com vendas ou prestação de serviços.

Uma dica é atuar como consultor de vendas independente na área da educação, aproveitando a própria faculdade que você já estuda. A proposta, nesse contexto, é promover os cursos de graduação e, a cada matrícula, garantir uma espécie de comissão.

É o caso do aplicativo Consultoria Educação, por exemplo. E o lado bom é que o consultor não precisa fazer nenhum investimento inicial para isso. Basta uma conexão com a internet e a boa vontade de começar, já que dá para realizar as vendas de qualquer lugar, utilizando apenas o smartphone.

Os ganhos são ilimitados, o portfólio é consistente — com Bacharelado, Licenciatura e Tecnólogo nas modalidades presencial e a distância — e a possibilidade de prospectar alunos é alta, porque a abrangência é nacional, com mais de 1.500 unidades de ensino espalhadas por todos os Estados do Brasil.

Outra forma de conseguir quitar a mensalidade sem problemas é por meio de parcelamentos, financiamentos estudantis e outras facilidades de pagamento. Essas são opções comumente oferecidas em faculdades particulares, de modo que os estudantes foquem primeiro a formação, sem perder mais tempo.

Agora é com você!

Além de todas estas dicas para pagar a mensalidade da faculdade, é fundamental ressaltar que o momento não é propício para novas dívidas, combinado? Com a organização financeira em dia e com uma renda extra garantida, direcione todo o seu esforço para o que realmente vale a pena: os seus estudos.

Gostou do que aprendeu até aqui? Pois saiba que tem mais: descubra agora como ganhar dinheiro na crise!

* IBGE

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.