Mulheres empreendedoras: por que elas estão se destacando?

A oportunidade de empreender sem sair de casa abriu as portas para o surgimento de novos negócios. Quem vem se destacando nesse contexto são as mulheres empreendedoras, que já representam 9,3 milhões das autônomas à frente de uma empresa aqui no país. 

Em uma comparação entre 49 países, o Brasil ocupa a sétima posição no ranking de proporção de mulheres com o próprio negócio. É o que diz o levantamento do Sebrae e dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2018.

Com a popularidade dos aplicativos para ganhar dinheiro e todas as oportunidades criadas pela formalização MEI, empreender se tornou um sonho acessível. Seja pela busca de uma fonte de renda extra ou a estabilidade financeira, o empreendedorismo feminino foi uma das vertentes que mais se destacou.

O que está por trás do empoderamento feminino? Vamos ver em detalhes o que torna as mulheres tão preparadas para continuar crescendo no mercado. Confira!

Cautela e busca por conhecimento

Por natureza, as mulheres tendem a ser mais cuidadosas em todos os aspectos — pessoal e profissional. Com visão analítica, elas atentam aos mínimos detalhes e buscam conhecimento multidisciplinar para empreender com segurança. Afinal, o capital intelectual é o maior ativo de quem quer crescer, liderar e conduzir um negócio promissor.

Habilidades emocionais

Uma das soft skills (habilidades comportamentais) almejadas por profissionais de RH é a inteligência emocional. Nada mais é do que a capacidade de se adaptar às mudanças e a lidar com momentos de pressão. Isso requer sensibilidade para se manter firme e forte, além de saber defender o seu posicionamento e se fazer ouvir sempre.

Capacidade de conexão com o público

Agir com empatia é importante para lidar com a equipe, clientes e até mesmo fornecedores e parceiros de negócios. Mulheres empreendedoras cultivam uma capacidade maior de conexão com as pessoas ao seu redor. Uma das razões pode vir do seu olhar 360º, capaz de enxergar a importância do papel de cada um para o crescimento da empresa.

Aceitação de riscos

Ter uma visão estratégia e estar disposta a aceitar os riscos aumenta as chances de sucesso entre as mulheres com o próprio negócio. Isso significa estar aberta à possibilidade de fracasso, mas não quer dizer que ela deve desistir. Afinal de contas, com os riscos vêm as oportunidades. Ter a coragem para assumi-los é essencial para expandir e alçar voos maiores.

Envolvimento com o próprio negócio

Graças ao olhar 360º — ao mesmo tempo em que planeja estratégias para o negócio ou uma apresentação a investidores, ela pensa na escola do filho ou na lista de compras — mulheres empreendedoras são multidisciplinares. Mesmo com atividades fora do ambiente de trabalho, elas mantêm o envolvimento com o negócio e trabalham para prosperar de maneira sólida.

Por trás das mulheres empreendedoras, há muitas histórias de sucesso e superação. Uma delas é a de Ana Fontes, que criou a Rede Mulher Empreendedora. Assim como a Luiza Helena Trajano — responsável pelo case Magazine Luiza —, que se adaptou rapidamente às demandas online, ou até mesmo a Jaqueline Gatti, que ajuda colegas a crescer e se destacar no mercado. 

Ficou com vontade de empreender? Entrar na rede de afiliados é uma das possibilidades mais rentáveis, sem contar que você pode ser a próxima empresária de sucesso.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.