planejamento estratégico microempresa

A importância do planejamento estratégico para microemprensas

No universo das micro e pequenas empresas, o planejamento estratégico é um processo fundamental para a sobrevivência e saúde financeira. Por estar mais exposta aos desafios da economia, uma empresa de menor porte precisa de um controle rigoroso sobre suas finanças, compromissos tributários e fiscais.

O planejamento estratégico é esse apoio que dá ao empreendedor a oportunidade de prever as consequências de suas ações. A partir daí, fica mais fácil tomar decisões com confiança, sem correr grande risco de perder dinheiro.

Neste post, vamos explicar mais sobre as vantagens do planejamento estratégico para as microempresas. Então, se você quer começar a empreender ou já tem seu pequeno negócio, confira as informações que separamos logo abaixo. Boa leitura!

O que é um planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é uma ferramenta que mapeia a realidade de um negócio, os seus objetivos e o que é preciso fazer para alcançá-los. É um roteiro que mostra onde a empresa está e a trajetória para chegar aonde ela quer.

É um planejamento porque envolve a capacidade de prever situações e começar a criar formas de lidar com elas. É estratégico porque tem a ver com a necessidade de encontrar a estratégia mais eficaz de alcançar os objetivos planejados.

O melhor de um planejamento estratégico é que ele pode ser feito em qualquer momento de uma empresa. Mas, para quem está começando a empreender, o processo ganha ainda mais importância.

A análise de dados e o plano de ação são de grande ajuda para entender o nicho de mercado, a concorrência, os clientes e a realidade do negócio.

O plano estratégico envolve etapas que podem culminar em um plano de ação, que é algo concreto capaz de servir como guia para a empresa. Contudo, o processo não é algo estático. O planejamento estratégico é um processo contínuo, que envolve a capacidade de sempre repensar objetivos para a empresa, medir resultados e fazer ajustes.

Por que é tão importante o planejamento para pequenos negócios?

Se o planejamento estratégico oferece um propósito para as atividades do empreendimento, isso já é positivo. Mas não para por aí.

O planejamento estratégico para MEI e pequenas empresas apresenta vantagens que precisam ser consideradas por quem ainda não se convenceu de que esse processo pode ser de fato benéfico.

A seguir, veja por que o planejamento é tão importante para esses empreendimentos.

Antecipar cenários positivos e negativos

Um bom plano estratégico deve considerar circunstâncias positivas e negativas sobre a situação atual do negócio e do mercado como um todo. Isso significa que, mesmo surgindo situações imprevisíveis, ter um plano de ação é o que vai garantir que o empreendedor se prepare para os mais diversos cenários.

Se as circunstâncias negativas se tornam realidade, não será instalado o desespero, pois as ações para amenizar os impactos já estão previstas.

Proatividade

Um planejamento estratégico ajuda a empresa a ser mais proativa diante dos desafios, e menos reativas. Para quem acompanha as tendências do seu nicho de atuação e o ambiente ao redor, fica mais fácil ultrapassar barreiras, em vez de mitigar os prejuízos.

Direção para os investimentos

Empresas que não se planejam não sabem o que querem e, consequentemente, não sabem como direcionar os investimentos. Na prática, não ter um planejamento é depender do acaso. E, na melhor das hipóteses, isso significa estagnar.

Como vimos, o planejamento estratégico é como um mapa que o empreendedor precisa ter para se direcionar todos os dias e não perder o foco.

Como fazer um bom planejamento estratégico?

Agora que você já sabe como funciona um planejamento estratégico, confira o que não pode faltar na hora de criar um.

Defina suas metas

Uma boa maneira de começar é criando os objetivos. O que pode ajudar você nesse momento é ter um bom diagnóstico da empresa, isto é, entender quais são suas forças, fraquezas e oportunidades no mercado.

Mesmo se você tem um pequeno negócio ou trabalha como autônomo, fazer o diagnóstico é crucial. Eventos e tendências do mercado, por exemplo, podem favorecer a projeção dos seus produtos e serviços. Logo, se influencia o andamento do negócio, é bem provável que se reflita nas suas metas para o futuro.

Uma dica incrível é usar o método SMART. Trata-se de uma maneira criativa e eficiente de criar metas para o curto ou longo prazo. Cada letra do acrônimo SMART se refere a uma característica de boas metas:

  • S — Especific ou Específico: evite ideias genéricas e coloque em poucas palavras o que você quer alcançar com a meta;
  • M — Measurable ou Mesurável: defina um resultado que pode ser medido em números, por exemplo: aumentar em 20% as vendas ou alcançar 10 mil reais;
  • A — Atainable ou Atingível: a meta precisa ser desenhada com base no histórico do seu negócio e na sua real situação;
  • R — Relevant ou Relevante: crie metas que vão gerar um impacto direto na realidade do negócio (quanto maior o impacto, maior é a relevância da meta);
  • T — Time based ou Temporal: defina um prazo exato para ter o resultado final.

Pronto! Faça um checklist para saber se a sua meta apresenta os requisitos do método SMART e crie o direcionamento de que você precisa. O método também pode ajudar você em outros momentos, como na hora de criar um projeto de renda extra, já pensou nisso?

Tenha um plano de ação

No plano de ação, é hora de criar as estratégias para alcançar as metas que você definiu. Se usar o método SMART, é bem provável que consiga identificar os fatores envolvidos no alcance de cada meta.

Acompanhe o desempenho do negócio

É importante que você acompanhe o desempenho das suas metas. Se tem o prazo de 6 meses para alcançar uma meta, não deixe para avaliar o resultado no final ou perto do final. De acordo com suas ações, crie uma periodicidade e faça avaliações frequentes.

Pode acontecer de você precisar mudar o plano no meio do caminho, o que é muito comum. Por isso, quanto mais cedo os erros forem identificados, melhor será.

Quais são os maiores desafios para criar um planejamento estratégico?

Apesar das vantagens de criar um planejamento estratégico, a elaboração de um pode envolver uma série de desafios. Dois que merecem sua atenção é a fase de analisar dados para definir as metas para sua empresa e o momento de colocar em prática o plano de ação.

Na fase de diagnóstico da empresa, por exemplo, talvez seja preciso de um contador para avaliar a situação do seu negócio e ter uma real dimensão das metas que podem ser alcançadas.

Comece seu planejamento!

A partir do que vimos até aqui, o planejamento estratégico não é restrito às grandes empresas. É, na verdade, uma ferramenta que micro e pequenos empreendedores também podem colocar em prática para maximizar seus ganhos e evitar perdas financeiras.

Gostou das dicas? Quer aumentar seu faturamento? Confira agora 5 dicas para transformar suas vendas online!

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.