plano de negócios para mei

Plano de negócio para MEI: passo a passo para montar o seu!

Se você decidiu empreender como Microempreendedor Individual (MEI), o plano de negócio é uma ferramenta essencial para sua organização. Pense nesse documento como um mapa que serve para guiar suas decisões daqui para frente!

Há quem considere o plano detalhado e complexo. Essa opinião, infelizmente, leva muitos empreendedores a abandonarem a ideia de fazer um plano de negócio. A boa notícia é que existe uma metodologia que pode fazer muitos mudarem de ideia.

É o Business Model Canvas, uma metodologia para tornar seu plano mais simples, intuitivo e visual. Ainda não ouviu falar? Continue a leitura e aprenda a criar um plano de negócio para MEI com essa metodologia incrível!

O que é um plano de negócio?

Um plano de negócios é um documento que reúne os aspectos cruciais da empresa, como a sua principal atividade desenvolvida, os canais de relacionamento e a proposta de valor.

O objetivo é reunir informações que sirvam como base para o empreendedor criar metas, reduzir despesas e rever estratégias que não deram certo. Diferentemente de um projeto de renda extra, é preciso se organizar como uma empresa com setores que atuam de forma conjunta.

Um plano de negócio para MEI é voltado para as particularidades das operações desenvolvidas pelo Microempreendedor Individual. Mesmo que não tenha uma infraestrutura grande, o MEI, como todo empreendedor, precisa de um plano para visualizar seu negócio.

Por que usar o Business Model Canvas?

O Business Model Canvas, ou Quadro de Modelo de Negócios, é uma metodologia para ajudar empreendedores a estruturar o modelo de negócio. O seu grande diferencial é a possibilidade de montar a estrutura do negócio de uma forma visual.

O Quadro conta com 9 subdivisões ou quadrantes que abordam, cada um deles, um ponto crítico do negócio:

  • proposta de valor;
  • segmento do cliente;
  • canais de atendimento;
  • relacionamento com cliente;
  • atividade principal;
  • recursos principais;
  • parceiros do negócio;
  • estrutura de custos;
  • fontes de receita.

Os assuntos são colocados como se fossem ideias anotadas. A regra é abordar cada quadrante em uma ou duas linhas. O ideal é ter o quadro impresso para colocar as ideias com post-its.

Quando o quadro estiver completo, você terá um mapa visual que demonstra como seu negócio vai operar e gerar valor no mercado.

Quais são as vantagens do plano de negócio Canvas?

Todas as atividades do seu negócio podem ser visualizadas em apenas uma página com um Business Model Canvas. Isso significa que não é mais preciso percorrer um documento com dezenas de páginas para entender a estratégia geral do negócio.

Outra supervantagem do Business Model Canvas é a possibilidade de alterar, corrigir ou inserir novas ideias, o que não é possível em um documento textual tradicional. Para isso, você só precisa tirar ou colocar um novo post-it do quadro sempre que quiser!

Como criar um plano de negócio MEI com o Canva?

Nesta parte, separamos um tutorial com 9 passos para você criar os enquadramentos do Business Model Canvas e, no final, ter um bom plano de negócio para MEI. Vamos lá?

1.° passo: defina a proposta de valor

“Valor” nesse caso é o benefício que será entregue ao cliente. A sua atividade pode ter inúmeros benefícios a entregar, mas tente reduzi-los ao principal. Faça a seguinte pergunta: como meu serviço facilita a vida do cliente?

2.° passo: identifique o segmento de cliente

Qual é a público que você pretende alcançar com a sua atividade? O segmento de cliente é a parcela de clientes com as necessidades que o seu negócio pretende resolver. Isso vai aumentar a chance de encontrar as pessoas realmente interessadas no que você tem a oferecer.

3.° passo: selecione os canais de atendimento

Os canais de atendimento são os meios pelos quais você vai se comunicar e entregar valor para o cliente. Você pode inserir os principais canais usados para fazer marketing, tirar dúvidas e fechar negócio. Por exemplo, anúncios, publicações e direct no Instagram, Facebook, WhatsApp, videochamada etc.

4.° passo: entenda o relacionamento com o cliente

O quadrante do relacionamento com os clientes deve descrever as estratégias para mantê-los interessados no seu serviço. Estratégias de relacionamento nem sempre são fáceis, mas elas são indispensáveis para evitar que o cliente vá para um concorrente ou perca o interesse no que você tem a oferecer. 

5° passo: determine as atividades principais

As atividades principais são as operações que a empresa deve fazer para entregar a proposta de valor para os clientes. Exemplos: atividades de manutenção, design, redação, afiliação em vendas etc. Você pode usar a atividade do MEI como base para definir as principais.

6.° passo: identifique os recursos principais

De forma complementar às atividades principais, os recursos principais são as ferramentas que fazem o negócio funcionar. É preciso descrever a parte operacional da sua atividade profissional. Por exemplo, um vendedor que trabalha no modelo home office pode precisar da conexão da internet, dispositivo móvel, computador, cadeira e mesa para trabalhar.

7.° passo: defina quem são os parceiros de negócio

Sua atividade principal precisa de fornecedores? Caso sim, você deve listar os nomes nesta parte do Business Model Canvas. Eles são os parceiros do seu negócio.

8.° passo: determine a estrutura de custos

O quadrante da estrutura de custos deve reunir todas as despesas que você tem para fazer o negócio funcionar de forma correta. Portanto, os elementos descritos aqui estão diretamente relacionados ao quadrante dos recursos principais.

Mesmo que você empreenda com pouco dinheiro, com certeza vai depender de algumas despesas para fazer as operações de trabalho.

9.° passo: reúna as fontes de receita

O quadrante das fontes de receita, como o nome já diz, deve reunir os principais meios pelos quais os clientes pagam pelo seu serviço.

À primeira vista, pode parecer detalhado e muito complexo e, isso, infelizmente leva muitos empreendedores a abandonarem a ideia de fazer um plano de negócio. Porém, existe uma metodologia que pode fazer muitos mudarem de ideia.

Invista nessa ideia!

O nosso conteúdo trouxe tudo o que você precisa para criar um plano de negócio para MEI com a metodologia do Business Model Canvas. Agora, é com você! É importante que, de tempos em tempos, você revise o plano e veja se as coisas que estão no Quadro ainda fazem sentido. Se precisar mudar, não hesite em fazer atualizações no seu plano!

Está procurando uma forma de ganhar dinheiro como MEI? Temos uma sugestão para você! Confira nosso conteúdo com 5 dicas para ter um aumento de salário!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.