Quanto ganha um afiliado: fotografia de um homjem sorrindo enquanto digita em seu computador.

Afinal, quanto ganha um afiliado? Confira o tutorial para calcular seu salário!

Segundo o portal E-commerce Brasil, o mercado de afiliados brasileiro vem crescendo exponencialmente. Por isso, torna-se, cada vez mais, uma sólida oportunidade de negócios — tanto para quem quer fazer uma renda extra, quanto para quem quer viver das comissões.

Se você já considerou entrar no marketing de afiliados, mas não sabe se ele pode ser lucrativo, continue lendo este conteúdo e entenda quanto ganha um afiliado, como calcular o seu salário e como entrar nesse mercado!

Qual o salário médio de um afiliado em 2024?

De acordo com o portal Glassdoor, um afiliado recebe, em média, R$10.000,00 por mês no Brasil. No entanto, esse valor pode variar de acordo com o tempo de experiência, as taxas de comissão e o tipo de produto/serviço vendido.

Embora um afiliado possa receber um bom salário médio, é importante manter em mente que esse valor está atrelado ao sucesso das estratégias de venda e do tipo de produto escolhido. Ou seja: antes de se tornar um afiliado de expressivo sucesso, é importante estudar bastante e se preparar.

Leia também: Saiba como escolher o melhor curso de afiliados em 2024

É possível viver do salário de afiliados?

Sim. No entanto, tudo dependerá dos seus custos médios de vida e do quanto você está comprometido com o seu trabalho como afiliado. Afinal, a renda de um afiliado pode variar bastante, sobretudo no início da profissão.

Para saber se você consegue viver desse salário, é importante ter registrados os ganhos de pelo menos seis meses como afiliado. Depois, você precisa comparar esses ganhos com todos os seus gastos recorrentes — incluindo lazer e emergências.

Uma forma de definir com mais exatidão se o seu salário como afiliado é o suficiente para manter o seu padrão de vida é aprendendo a calcular a sua hora de trabalho. Desse modo, você sabe exatamente o quanto precisa vender e se está perto de chegar lá.

Posso prever quanto vou ganhar como afiliado?

Sim. No entanto, para que essa previsão seja assertiva, você precisa já ter alguns dados de venda como afiliado e manter um registro minucioso das suas indicações.

De modo geral, para prever quanto você vai ganhar como afiliado, basta multiplicar o número de indicações pelo valor da comissão paga. Nesse processo, porém, você deve levar em consideração as regras de cada plataforma de pagamentos, caso participe de mais de uma.

Com um bom registro desses ganhos mensais, e mantendo o mesmo padrão de indicações e comissões todos os meses, você consegue ter em mente quanto será o seu salário no futuro. Mas lembre-se: esses números podem variar, então é importante estar preparado para eventualidades.

Leia também: Tudo o que você precisa saber para trabalhar com comissões online!

Como calcular meu salário como afiliado?

Para calcular o seu salário como afiliado, você deve levar em consideração o número de indicações feitas e a taxa de comissão paga por indicação. Multiplicando os dois números, você terá o valor final daquele mês.

Mas atenção: algumas empresas que aceitam afiliados têm regras próprias para o pagamento de comissões. Por exemplo, em algumas empresas, a porcentagem de ganhos pode variar de acordo com o valor do produto ou serviço; em outras, você pode ganhar apenas pela indicação, ou apenas pelo número de conversões finalizadas. 

Por isso, é fundamental ler o contrato de afiliados e levar em consideração essas regras na hora de calcular o seu salário. Desse modo, você garante que chegará ao resultado esperado.

Conheça a calculadora de comissões da Consultoria Educação!

Na Consultoria Educação, você consegue saber quanto vai ganhar de um jeito bastante simples: simulando a sua comissão na nossa calculadora. Para isso, basta incluir na nossa tabela dinâmica os serviços que você já vendeu (ou quer vender!) naquele mês.

Em seguida, a nossa calculadora informa quanto você receberá na primeira e na segunda parcela. Lembrando que apenas os cursos de graduação são divididos dessa forma, de modo que:

  • A primeira parcela diz respeito ao valor pago no momento da matrícula do aluno;
  • A segunda parcela diz respeito ao valor pago no momento em que o aluno paga a mensalidade.

Para os demais serviços da Consultoria Educação, os pagamentos são efetuados em apenas uma parcela.

Fotografia com foco nas mãos de uma pessoa digitando no computador.

Como entrar no marketing de afiliados?

Se você ficou interessado em entender melhor como funciona e como você pode entrar no marketing de afiliados, o primeiro passo é estudar bastante sobre o assunto. No blog da Consultoria Educação, você encontra conteúdos completos e gratuitos sobre o tema — confira!

Também é importante conhecer e ler sobre o futuro do mercado de afiliados, acompanhando tendências e se familiarizando com novas ferramentas. Dessa forma, você garante que vai estar em dia com as novidades.

Além disso, buscar cursos para afiliados é fundamental. Afinal, nesses cursos, você aprende técnicas básicas de venda, entende como funcionam as principais plataformas e redes sociais, e pode até focar em produtos e nichos específicos. 

Por fim, quando você estiver seguro, é hora de encontrar uma das várias empresas que aceitam afiliados e se cadastrar. Nesta última etapa, lembre-se de procurar por produtos e serviços que sejam condizentes com os seus conhecimentos, e que ofereçam suporte para quem está começando nesse mercado.

Um exemplo é a Consultoria Educação. Aqui, você integra o marketing de afiliados para educação — um setor que cresce cada vez mais! — e ainda faz tudo diretamente pelo aplicativo, sem complicações. Quer saber mais? Baixe o nosso app e cadastre-se!

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.