Recolocação no mercado de trabalho

Recolocação no mercado de trabalho: quais são as melhores estratégias?

São muitos os motivos que afastam os profissionais do mercado. O principal deles é o desemprego, que é uma realidade para mais de 14 milhões de brasileiros1. A mudança de carreira também pode deixar as pessoas temporariamente sem emprego, assim como o investimento em estudos mais aprofundados –– como um doutorado no exterior.

De qualquer forma, voltar para o mercado de trabalho depois de algum tempo parado não é das tarefas mais fáceis do mundo. Mas saiba que você não está sozinho nessa e existem muitas dicas sobre o tema.

Conheça agora as melhores estratégias para alcançar a recolocação no mercado de trabalho!

Entenda os desafios de se recolocar no mercado de trabalho

Um dos grandes desafios de retornar ao mercado é a concorrência. Existem muitos profissionais qualificados para atuar em diferentes áreas, de fato. Com acesso ao ensino superior de excelência, as pessoas têm mais chances de desenvolver currículos diferenciados, com as técnicas e habilidades que as empresas procuram. É preciso, então, se destacar.

Se você não tem uma formação, talvez o passo mais importante seja começar um curso superior. Assim que definir a área em que deseja atuar, escolha a graduação mais indicada e se dedique a atividades paralelas que enriqueçam a sua bagagem de conhecimentos. Para superar a concorrência, aprenda tudo sobre as ferramentas que os profissionais mais usam no mercado e acompanhe as tendências do mercado.

Tão importante quanto esses passos é conhecer os seus objetivos com a recolocação no mercado de trabalho. Ao definir bem esse quesito, você maior motivação para buscar empregadores e vencer qualquer obstáculo.

Conheça o impacto da internet na recolocação no mercado de trabalho

A internet possibilitou o surgimento de novas profissões. Da mesma forma que transformou diversas formas de atuação, junto aos avanços tecnológicos, pode ser o que você precisa para se recolocar no mercado de trabalho. Pense nas redes sociais, que costumamos usar para entretenimento e interações com pessoas queridas.

Essas plataformas também ajudam a aproximar o seu currículo de potenciais empregadores. Veja só o LinkedIn, por exemplo. Quando você insere as principais informações sobre sua carreira por lá e sinaliza que está aberto a propostas, pode receber convites de empresas com que nunca sonhou!

Mas para se destacar, é preciso ter alguns cuidados. Além de deixar o perfil atualizado e sem erros de digitação ou gramática, invista na interação com outros profissionais.

Essa prática é chamada de networking, em que você cria uma rede de contatos para compartilhar vivências, conversar por mensagens, trocar dicas e muito mais. Quanto mais as pessoas conhecem seus talentos, maiores as chances de receber indicações.

Saiba as possibilidades de voltar à ativa profissional por conta

Muita gente pensa que a recolocação no mercado de trabalho só acontece quando se consegue um emprego com carteira assinada. De fato, esses cargos parecem mais promissores à primeira vista. Só que há outras formas de atuação tão vantajosas quanto a celetista. Veja algumas delas!

Freelancer

O freelancer não tem vínculo empregatício com as empresas, só presta seus serviços e pode ou não continuar o relacionamento com determinada organização. Sabe o que isso significa? Que, se não gostar do escopo ou das demandas, dá para agradecer as oportunidades e buscar outros clientes.

Das vantagens de atuar como freela, listamos a flexibilidade de horários e a rotina mais dinâmica. Você dificilmente terá tédio ao realizar as mesmas funções todos os dias, como pode acontecer em cargos CLT. Mas como não há os benefícios como férias, 13º salário, seguro-desemprego e outros, é possível se formalizar e contar com os benefícios de ser MEI.

Um destaque vai para o vendedor freelancer, que pode trabalhar com produtos diversos e não se comprometer com somente uma empresa. No universo freela, também há espaço para quem sabe programar, traduzir textos ou documentos, escrever e revisar, produzir reportagens, diagramar peças publicitárias, e muito mais!

Autônomo

Também dá para trabalhar como autônomo. Na prática, a atuação desse profissional e do freelancer pode ser a mesma. Porém, aqui, não há a necessidade de uma formação acadêmica e a comprovação de diploma para assumir a prestação de serviços. No geral, as pessoas aprendem essas atribuições com a mão na massa ou pelos ensinamentos de família.

Enquanto não adquire experiência ou o diploma para buscar a recolocação no mercado de trabalho, você pode ser autônomo em diversas áreas –– das vendas aos serviços físicos, como o de pedreiro, pintor, encanador, e assim por diante.

Empreendedor

Empreender na pandemia foi uma forma que muitos profissionais encontraram para conquistar a renda extra ou retornar ao mercado de trabalho após uma demissão. A boa notícia é que essa pode ser a sua chance de sucesso, caso tenha vontade de criar o próprio negócio e uma ideia inovadora.

As possibilidades também existem para todos os gostos. É possível criar um e-commerce para vender produtos exclusivos, montar uma consultoria sobre um tema que domina, oferecer cursos online etc. A escolha depende da sua formação, interesses, necessidade de mercado, entre outros fatores.

Aprenda a voltar a trabalhar em casa

Por fim, falamos da internet, e ela aparece aqui novamente. Por conta dela, o trabalho remoto e o home office se tornaram uma realidade para muita gente. Você nem precisa mais sair de casa para ganhar dinheiro, já que tem uma quantidade incontável de possibilidades para realizar fora do escritório.

Das vagas remotas ao trabalho por conta própria, a grande vantagem aqui é a produtividade para se dedicar sem interrupções. Isso sem falar nas rotinas flexíveis, em que você usa seus momentos mais ativos para tarefas complexas. Também aprende a gerir melhor seu tempo e a cumprir as obrigações enquanto resiste às tentações (cama, televisão, entre outros aparelhos à disposição).

Uma das opções para trabalhar em casa é com a venda de cursos de graduação. Dessa forma, além de ganhar comissões a cada matrícula realizada, contribui para aproximar estudantes ao ensino superior no país. Com a Consultoria Educação, ainda tem aquele empurrãozinho para começar suas indicações, em treinamentos exclusivos.

Depois de baixar o app da Consultoria Educação, fazer o seu cadastro e participar dos treinamentos, já pode começar as divulgações. Com o seu perfil nas redes sociais, você conversa com pessoas interessadas e apresenta as vantagens de estudar em faculdades renomadas.

O mercado espera por você!

Viu só como existem diversas oportunidades de recolocação no mercado de trabalho? É preciso considerar o cenário em que vivemos para criar a sua estratégia de sucesso, se possível, contando com a ajuda da tecnologia a seu favor. Não se esqueça também das novas formas de atuação, que podem ser bem atrativas e trazer qualidade para sua vida!

Gostou das dicas de como se recolocar no mercado de trabalho e das possibilidades de incentivar a formação de profissionais qualificados? Então, venha atuar com a gente na Consultoria Educação!

1IBGE

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.