Tendências na educação: fotografia de uma sala de aula de universidade.

Veja as 4 principais tendências na educação em 2024!

Todos os anos, diferentes setores do mercado são afetados por mudanças — tecnológicas, financeiras, climáticas ou de qualquer outra ordem. Com a educação não é diferente, e, porque este é um setor base para quase todos os outros, cada uma dessas mudanças pode afetar (e muito!) a nossa sociedade. 

Pensando nisso, a Consultoria Educação preparou um conteúdo bastante completo para te mostrar como esse setor vem mudando e o que nós podemos esperar em termos de tendências na educação em 2024 — e nos próximos anos. Continue lendo e saiba mais!

O que deve mudar no futuro da educação?

Que a educação de hoje é completamente diferente da educação de 20 ou 30 anos atrás, não é nenhuma surpresa. Mas você já percebeu que mesmo para períodos mais curtos de tempo, essa afirmação também é verdade? Afinal, a educação que temos hoje já é muito diversa da que tínhamos em 2020, por exemplo.

Isso se deve, sobretudo, aos efeitos da tecnologia. Para além do aumento das instituições de ensino a distância e da adoção, cada vez maior, das metodologias ativas, a educação vem sendo reformulada para ser mais flexível e mais adaptável, o que aumenta o número de pessoas que podem ser positivamente impactadas por ela.

Quando falamos de tendências na educação para 2024 — e para os próximos anos depois deste —, falamos, portanto, de um ensino mais focado no aluno e que tenta se adaptar às diferentes personalidades, tipos de aprendizagem e interesses desse grupo. Isso significa um ensino mais dinâmico, mais assertivo e, é claro, mais inclusivo também.

Leia também: Consultoria em educação: o que é e como montar uma?

Quais são as principais tendências da educação em 2024?

Para exemplificar melhor o que queremos dizer com um ensino mais flexível e mais adaptável, separamos as 4 principais tendências da educação para 2024. Abaixo, você entende como elas estão sendo aplicadas e como elas impactam positivamente a educação e o processo de ensino-aprendizagem. Confira!

1. Uso da tecnologia em sala de aula

A tecnologia já faz parte do nosso cotidiano e da sala de aula, mas a tendência é que, ao longo de 2024 (e nos próximos anos), ela se torne ainda mais presente. A maior disponibilidade e acessibilidade ao uso de aparelhos eletrônicos — tablets, smartphones etc. — favorece essa presença, mas ela também pode ser observada:

  • Na adoção cada vez maior dos livros e das bibliotecas digitais, que facilitam o acesso dos estudantes à bibliografia;
  • No uso de videoaulas interativas, que visam aumentar a participação dos estudantes no seu processo de ensino-aprendizagem;
  • Na adoção de plataformas de aprendizado online, para complementar conteúdos, aumentar o número de exercícios extras disponíveis e mesmo ajudar a transformar em dados concretos as informações de desempenho estudantil;
  • No uso da inteligência artificial na personalização do ensino e no acompanhamento do desenvolvimento individual de cada aluno.

Ou seja: seja a partir do uso de aparelhos tecnológicos, seja por meio de novas técnicas de ensino-aprendizagem, a tecnologia chegou na sala de aula para ficar.

Tendências na educação: fotografia de um grupo de alunos estudando.

2. Valorização das habilidades socioemocionais

A valorização das habilidades socioemocionais é outra consequência direta do aumento do uso da tecnologia em sala de aula. Ao longo dos últimos anos, habilidades como criatividade, resolução de conflitos, trabalho em equipe e inteligência emocional vêm ganhando espaço, tanto dentro do ambiente estudantil, como no mundo do trabalho. 

Por isso mesmo, passará a ser, cada vez mais, papel das instituições de ensino atuar na formação integral do aluno, focando tanto em competências técnicas quanto no desenvolvimento das competências socioemocionais.

Leia também: Fazer dinheiro sem sair de casa: conheça a Consultoria Educação

3. Personalização do ensino

A personalização do ensino é outra tendência na educação que continua evoluindo com o passar dos anos e com o avanço da tecnologia. Cada vez mais, adaptar o ensino às necessidades de cada aluno se torna não só uma necessidade, mas uma ferramenta capaz de melhorar o processo de ensino-aprendizagem, tornando-o mais assertivo.

Nesse sentido, espera-se que as instituições de ensino passem a promover mais ferramentas que possibilitam que o aluno avance no seu próprio ritmo, adquirindo mais autonomia. Ao mesmo tempo, é fundamental ainda oferecer suporte nas situações em que são identificados mais desafios para o avanço do conteúdo. 

4. Valorização da saúde mental

Por fim, a saúde mental de alunos e professores vêm sendo o foco de diversas transformações observadas no ambiente educacional. 

Para o corpo docente, o foco na saúde mental inclui mais apoio na sala de aula, mais tempo para desenvolver atividades e um número mais razoável de alunos por disciplina. 

Assim, professores e educadores podem se dedicar ao desenvolvimento de estratégias que efetivamente auxiliem seus estudantes a avançar no processo de aquisição de conhecimento.

Para o corpo discente, por sua vez, o foco na saúde mental é uma forma de aumentar a permanência de alunos nas instituições de ensino e garantir uma educação integral. 

Desse modo, são levadas em consideração as dificuldades que o corpo estudantil apresenta e são traçadas estratégias eficazes para suprimi-las — como o uso de ferramentas educacionais pensadas para o ensino a distância e a flexibilização de horários.

Agora que você já conhece as principais tendências na educação para 2024, que tal fazer uma renda extra com uma instituição que aposta nelas? Baixe o aplicativo Consultoria Educação e veja como ganhar comissões trabalhando de casa e com um horário flexível!

Guia prático: obtendo sucesso no trabalho em um programa de afiliados

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.