trabalho freelancer online

Trabalho freelancer online: como encontrar as melhores oportunidades?

O trabalho freelancer online surgiu como uma excelente opção de conquistar a renda extra ou fazer dessa a fonte principal de ganhos dos profissionais. O mercado oferece oportunidades para diversos tipos de atuação: consultorias, pinturas e desenhos, redação e revisão, programação, edição etc.

Com a maior taxa de desemprego desde 2012, atingindo 14,8 milhões de brasileiros1, o número de freelancers só cresce. O GetNinjas, uma das plataformas que conectam empresas e a esses profissionais, registrou um crescimento 52%2 em 2020. Com isso, dá para imaginar que a concorrência também se ampliou, sendo necessário investir em qualificação.

A partir de agora, saiba como trabalhar como freelancer online e encontrar boas oportunidades no mercado!

Desenvolva os seus diferenciais

O seu trabalho freelancer online precisa de valores. Quanto você deseja cobrar pelos seus serviços? Não adianta aceitar qualquer quantia e depreciar seus conhecimentos, sua dedicação e o tempo que gasta em tudo isso. Então, o primeiro passo é ter essa definição em mente.

Em seguida, vale mostrar o seu valor aos potenciais clientes. Quando você tem diferenciais em seu serviço freelancer, consegue melhores oportunidades. O seu público-alvo passa a confiar no seu talento, abrindo espaço para a sua contribuição. Com ajuda de um portfólio atrativo e recheado, é a sua chance de conquistar vantagem competitiva nas seleções de freelas.

Por exemplo, se você quer se tornar um freelancer online de redação na área de Marketing de Conteúdo, vale desenvolver alguns diferenciais como:

  • ser especialista em SEO, com as melhores técnicas para ranqueamento de conteúdos nos motores de busca;
  • ter uma formação acadêmica e se especializar nessa área. Um exemplo é um profissional de Enfermagem que sabe escrever sobre temas de saúde com propriedade;
  • ter domínio de outros idiomas, principalmente o inglês, para ampliar suas fontes de pesquisa;
  • montar um portfólio completo, com valores estabelecidos de seus serviços. Se possível, faça pacotes com vantagens a clientes fixos, por exemplo.

Já se você deseja trabalhar como autônomo na programação, vale escolher uma linguagem para se especializar. Faça cursos, participe de comunidades de desenvolvedores, conquiste certificados em treinamentos, e assim por diante.

Formalize-se como MEI

Muitas plataformas exigem um cadastro de Microempreendedor Individual (MEI) para aceitar freelancers. Isso auxilia a organização fiscal da empresa, que pode receber notas fiscais dos profissionais que prestam serviço a elas. Então, já esteja preparado quando encontrar as oportunidades!

Pelo lado do freelancer, os benefícios do MEI incluem alguns direitos que o profissional sem CNPJ não tem. É o caso de auxílio-doença, licença-maternidade, aposentadoria por invalidez, entre outros. Sem falar que a formalização não tem muitas burocracias nem custos altos: você só paga a média de R$ 60,00 de impostos para ter acesso a esses benefícios.

Cadastre-se em sites de propostas

Para trabalhar como freelancer, é preciso encontrar empresas ou pessoas físicas em busca do serviço que você presta. O boca a boca pode até funcionar, por meio da indicação de parentes e amigos. Mas a estratégia mais eficiente nesse momento é se cadastrar em plataformas de freelas e divulgar o seu perfil por lá.

Além do GetNinjas, que vimos lá no começo do post, tem opções como:

  • Workana;
  • UpWork;
  • 99Freelas;
  • Contentools;
  • Freelancer.com;
  • Trampos.co.

A maioria delas é gratuita, oferecendo planos pagos para os profissionais que desejam aumentar a visibilidade entre os potenciais candidatos. A remuneração também depende das regras da plataforma: algumas deixam a negociação nas mãos do freelancer, enquanto outras estipulam preços médios para o serviço.

Para ter boas oportunidades, vamos voltar ao portfólio. Esse será o seu cartão de visitas para os consumidores. Vale preenchê-lo com os seus melhores serviços –– se possível, com dados de retorno e um breve feedback do cliente. Ele pode ser enviado junto à proposta de valores. Quanto mais profissional parecer esses documentos, melhores são as suas chances.

Se quiser, é possível fazer o portfólio em formato de site profissional, o que garante ainda mais credibilidade aos seus serviços. Afinal, ali há espaços para segmentar cada tipo de trabalho realizado, falar mais sobre você e, de fato, posicionar seu nome na internet. Reforce o SEO das páginas para aparecer nas buscas, combinado?

Trabalhe o networking em redes sociais

Se dizem que “quem não é visto não é lembrado”, a próxima dica é divulgar o seu nome em todo o mercado freelancer. Isso inclui as redes sociais, em especial o LinkedIn. Vale criar conteúdos relevantes para a sua audiência, interagir nas publicações dos profissionais de seu ramo e ofertar valor nesses contatos. É assim que se fortalece o networking.

Aproveite o momento também para conhecer a rotina de profissionais que se dedicam assim como você e tire suas dúvidas. Nesses contatos, além de divulgar o seu serviço, há boas oportunidades de se desenvolver pessoal e profissionalmente. As redes sociais podem ser fontes de aprendizado, desde que saiba usá-las a seu favor.

Inscreva-se em Apps de renda extra

Para aumentar a renda mensal com o trabalho freelancer online, ainda é possível contar com alguns Apps bem úteis. Muitas das plataformas que mencionamos funcionam também para dispositivos móveis.

Há outros com propostas diferentes, principalmente direcionado a vendas. O que acha? Tem o Enjoei, o Hotmart Pocket, o Picpay e até o TikTok!

Mas… E se você pudesse conquistar a renda extra e, ao mesmo tempo, contribuir para a educação superior no Brasil?

Isso é possível com o App Consultoria Educação. Dá para indicar cursos das marcas Kroton e, a cada matrícula realizada, ganhar comissões de venda.

Você não precisa de investimentos ou estoques para vender cursos online. Basta se inscrever na Consultoria Educação, participar dos treinamentos gratuitos e exclusivos, falar com o suporte (se necessário) e começar a divulgar para seus potenciais clientes.

Invista no profissionalismo!

Encontrar vagas de trabalho freelancer online não é difícil –– principalmente agora que você sabe por onde começar. O mais importante é investir em qualificação, provar o seu valor e conquistar seus clientes fiéis. Com tempo e dedicação, é possível ganhar dinheiro sem sair de casa, com maior flexibilidade para encaixar outros compromissos da sua agenda.

Por falar em qualificação, um curso superior pode ser o diferencial que você procura para sua carreira como freela. Então, venha conhecer algumas dicas de trabalho para pagar a faculdade!

1 IBGE

2 Pesquisa divulgada na Você S/A

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

[E-BOOK] Guia completo de renda extra sem sair de casa: tudo que você precisa saber

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.