vendedor freelancer

Vendedor freelancer: o que faz e como se tornar um?

Sabia que hoje, com as facilidades da internet, é totalmente possível construir uma carreira trabalhando de casa? A profissão de vendedor freelancer é uma dessas possibilidades.

Isso era impensável até alguns anos atrás. Mas a oportunidade tem levado algumas pessoas a fazer uma renda extra e, outras, a optar por esse caminho como a principal fonte de renda. Legal, não é?

A seguir, explicamos para você como funciona isso e como ser um vendedor freelancer. Confira!

O que é ser um vendedor freelancer?

Vamos começar explicando a palavra “freelancer”, ok? O termo é em inglês e significa um profissional liberal. É um trabalhador que não tem carteira assinada nem vínculo com uma empresa específica. Ainda assim, pode conseguir trabalhos de maneira constante. 

A palavra “free” também tem o significado de liberdade. Assim, o profissional conta com bastante autonomia para fazer seu próprio trabalho: pode escolher os melhores horários na agenda para se dedicar à função, além de ter certa independência para sua própria produtividade e criação de estratégias para alcançar um resultado.

Assim, um vendedor freelancer é aquela pessoa que tem o ofício de vender um produto ou serviço, mas sem precisar seguir um horário fixo estabelecido pela empresa. Pode fazer isso em home office e é remunerado a partir do tanto que consegue vender.

O que um vendedor freelancer pode vender?

Inúmeras coisas! Principalmente, se trabalhar com vendas online, já que a internet facilita essa atuação. Há profissionais que preferem criar os próprios produtos e vendê-los. Nesse caso, podem ser produtos físicos ou digitais, como um tapete de crochê ou um curso online. No entanto, é preciso considerar, também, que essa atividade demanda não apenas o tempo de tentar se comunicar com clientes, mas também a dedicação à produção.

Outra ideia para o vendedor online é mexer com produtos e serviços de terceiros. Nesse caso, ele recebe esses produtos prontos e precisa apenas criar estratégias para vender o máximo possível.

Como o dia a dia do vendedor freelancer funciona?

Ser vendedor como freelancer não é nada complexo, mas demanda alguns passos importantes. Veja quais são!

Escolha de um produto

A primeira coisa é escolher com qual produto você vai lidar. Como a atuação é freelancer e sem vínculo, é possível até optar por mais de um. Por exemplo, você pode atuar com revendas online de cosméticos de marcas já conceituadas no mercado e, ao mesmo tempo, atuar com vendas de cursos educacionais.

Na escolha do produto ou do serviço, considere questões como:

  • afinidade com o produto ou serviço — afinal, para vender bem, é preciso saber apresentar todas as características;
  • possibilidade de retorno financeiro — geralmente, os ganhos têm relação com o valor do produto vendido. Por exemplo, entre vender um batom de R$ 10,00 e um curso de R$ 1 mil, certamente, sua remuneração será mais alta na segunda opção;
  • necessidade de investimentos iniciais — existem centenas de empresas que criam parcerias para que outras pessoas revendam seus produtos e serviços. Muitas, porém, exigem que esse parceiro faça um investimento inicial, como assinaturas ou uma compra em determinado valor. Outras não exigem nada. Avalie o que cabe às suas condições. 

Análise do público-alvo

Depois de decidir o produto, é o momento de descobrir quem são os consumidores dele. É fundamental entender características como:

  • O que essas pessoas querem com a compra?
  • Como o produto pode mudar a vida delas?

É a partir disso que você saberá como abordar cada pessoa interessada e fazer com que ela enxergue as vantagens daquilo que você oferece.

Organização da rotina

Não pense que o fato de ser vendedor autônomo em home office permite que você tenha uma rotina desorganizada, viu? Apesar de um freelancer conseguir mais liberdade no dia a dia, sem um planejamento é fácil procrastinar. Por isso, defina na agenda os seus horários de dedicação.

Estudo sobre marketing digital e vendas

Para se tornar um especialista em vendas online, é importante estudar sobre marketing digital e vendas. Assim, você entende conceitos essenciais que ajudarão a adotar estratégias para conquistar mais sucesso nos objetivos. 

Alguns temas que dão um pontapé inicial na atuação podem ser: marketing de conteúdo, inbound marketing, e-mail marketing, mídias pagas, SEO, persona, redes sociais, palavras-chave, gatilhos mentais.

Monitoramento dos resultados

Sendo vendedor freelancer, você será seu próprio chefe. E, se o seu objetivo é fazer um bom dinheiro e crescer na carreira, é necessário analisar sua própria performance para descobrir que pontos demandam melhorias. 

Assim, a cada mês, monitore seus resultados, analise o que deu mais certo em suas táticas, tente entender o motivo de algumas falhas e planeje o seu desenvolvimento.

Qual é a média da remuneração de um vendedor freelancer?

Segundo o site vagas.com, a remuneração de um vendedor freelancer fica na média de R$ 1.575,00*. Nada mal para quem ainda está começando na carreira e, ainda, conta com a vantagem de trabalhar de qualquer lugar.

Quais são as vantagens de ser um vendedor freelancer?

Vamos falar das vantagens, agora? Fique por dentro dos benefícios de trabalhar como autônomo!

Flexibilidade

Já comentamos a respeito disso, mas não custa enfatizar. A flexibilidade diz respeito à possibilidade de trabalhar nos horários mais propícios à sua realidade. É uma ótima opção para quem tem outras responsabilidades, como a maternidade, os estudos ou o cuidado com a casa.

Não vinculação

Toda forma de trabalho tem seu lado positivo. A não vinculação permite a você não precisar dar satisfação nos dias em que a produtividade é mais baixa ou quando necessita deixar o trabalho de lado para levar um filho ao médico, por exemplo. Além disso, é possível trabalhar com mais de um empresa ao mesmo tempo, já que não há a obrigação de bater ponto.

Demandas crescentes

Enquanto o trabalhador celetista tem um salário fixo, um freelancer pode ter remuneração ilimitada, pois tudo depende do quanto produz ou vende. Nos meses de renda alta, você consegue fazer uma poupança ou, mesmo, quitar dívidas, por exemplo.

Invista em você!

A atuação de vendedor freelancer conta com diversas vantagens, além de permitir começar na carreira de forma gradual, já que quem manda na sua rotina é só você. Mas lembre-se de que, para alcançar melhores resultados, é importante se empenhar a aprender a fazer a venda com boa performance, combinado?

Gostou do conteúdo? Agora, saiba como fazer a formalização profissional na carreira autônoma!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.